Ah, doces gregos e amores gregos!

Queridos leitores, é mais uma época de mudança em minha vida 🙂 e hora de revirar os guardados e separar o que quero e não quero levar para minha próxima casa. E quando a gente acha um dos nossos textos antigos e quer postar…vale, não vale?

Aí vai um dos meus textos sobre doces gregos e amores gregos: este é especial para vocês que me escrevem pedindo mais e mais sobre amor na Grécia! 🙂

Era uma noite clara e de vendaval, eu estava em Santorini, em mais uma viagem mágica pela Grécia. 

Quando abri os olhos, ainda deitada, percebi que algo tinha mudado dentro de mim. Uma força incomum me jogou para fora da cama. Era mais um terremoto, daqueles que já tinham me sacoalhado muitas vezes em Santorini? Não, definitivamente não.

A voz do chamado, que eu não sabia se era carinho de mãe, uivo da terra, retorno ao lar, vento de amor ou missão do destino, a voz sedutora e ensurdecedora, me levou para fora do quarto a passos curtos. Quando abri a porta da varanda vi a grande montanha que escondia a praia levemente iluminada e pensei que não conhecia uma lua tão poderosa a ponto de iluminar a Terra como um sol da noite. Então entendi que não era a luz da lua que me tocava na varanda daquele pequeno quarto na ilha grega de Santorini, mas a luz do maior astro deste mundo, o Sol da terra dos deuses, que anunciava sua soberania acima de tudo e de todos, naquele crepúsculo assustador e perfeito.

Esperei mais alguns minutos de pé na varada, com os olhos vidrados na montanha que se erguia à minha frente, porque sabia que atrás dela tinha um mar sem fim, leve e tranquilo, estranhamente forte e cintilante, que liga todas as ilhas gregas do mediterrâneo. Para mim, o mar é meu ar, minha casa, minha visão favorita. Mesmo sabendo que a montanha bloqueava a minha visão, daquela pequena varanda eu enxergava o mar. Eu era capaz de sentir seu cheiro, de imaginá-lo, de senti-lo, de vê-lo, de me perder em sua plenitude.

Enquanto ainda estava na varanda, os primeiros raios do poderoso sol se jogaram na escuridão da noite tardia, enquanto todo o resto do céu anunciava sua forte presença no horizonte. E me lembro bem das cores daquele céu, eram tons do galaktoburiko, o doce grego que eu mais gosto, uma torta folhada de leite. Enquanto eu observava aquela mistura de tons de ouro e baunilha que abraçavam a linha fina do horizonte da ilha, senti um ímpeto incontrolável de buscar algo ainda mais doce do que o céu da manhã na Grécia.

Decidi encontrar um galaktoburiko às cinco e meia da manhã, na ilha de Santorini. Eu queria sentir o doce na minha boca, o gosto do creme, da nata, da baunilha, a calda de açúcar, a massa folhada, a intensidade da canela. Era isso que a voz dentro de mim gritava. Galaktoburiko! Na saída do hotel, quando o vento bateu nos meus ombros, senti um arrepio atravessar o corpo inteiro, mas não me arrependi de ter respondido ao chamado misterioso de retorno ao meu lar. O chamado era tão forte e agudo, que mal tive tempo de colocar uma jaqueta antes de sair do quarto. Caminhando pela rua avistei um fournos, a padaria grega, aberta durante as vinte e quatro do dia, há apenas vinte passos do hotel. Não pensei duas vezes, não questionei a certeza dos meus pés, não tive medo de atravessar a rua escura, nem vergonha de desviar dos jovens que pareciam voltar das festas selvagens da ilha grega da perdição. Não me importei, porque achei que estava acima daquilo. Não dei atenção, porque me senti imbatível. Não me incomodei, porque, honestamente, senti que tinha sido enviada até ali, e tudo que eu mais queria era um doce de nata grego.

Obcecada e embalada por aquela vontade absurda e incontrolável, finalmente cheguei ao balcão, ainda me desviando de todas as belas meninas animdas e bêbabdas. Aliviada, pedi um galaktoburiko como quem pede o remédio para curar seu mal mais grave. O senhor simpático, dono do estabelecimento, disse encabulado e em grego de ilha, que tinha acabado de vender o último pedaço do doce grego de massa folhada recheado de nata. Respirei fundo com uma ponta de melancolia e olhei a vitrine do balcão, disposta a encontrar algum doce que saciasse minha fome ignorante e desmedida naquela hora da madrugada.

Sem conseguir me decidir, agradeci e saí da padaria. Na rua, vi que o sol continuava fazendo o serviço de embelezar a vida dos seres humanos, como astro-rei, inundando os céus das ilhas gregas com toda a doçura das cores mais delicadas da cartela do Deus Uranós, o Deus dos Céus. Sorri ao pensar nisto, pois achei que tinha acordado uma Deusa poderosa, mas eu nunca seria nada além de uma mortal melancólica na terra dos deuses, e não tinha conseguido nem realizar meu primeiro desejo de comprar o doce que eu queria.

“Etsi einai i zoí, (assim é a vida)”, pensei como os gregos de ilha sábios e conformados concluem, toda vez que esbarram com um problema maior do que a si mesmos. “O que é meu e o que não é, só meu Deus sabe”, completei o pensamento num longo suspiro, enquanto admirava a montanha que tanto me intrigava e tinha me chamado para a rua naquele sol nascente.

 – Signome, (desculpe)! – um homem de voz grossa interrompeu meus pensamentos – pode ficar com meu doce.

Quando me virei, pela primeira vez vi aquele par de olhos azuis da cor do céu de agosto. Seu rosto era bonito porém sofrido, sua alma era rude, mas ele se dirigiu a mim docemente, apontando o galaktoburiko na minha direção.

De alguma forma, em frações de segundos, percebi que aquele homem estava amparado e abençoado pelo Deus Uranós. “Etsi einai i zoí (assim é a vida)”, pensei novamente, enquanto olhava incansavelmente dentro do mar-céu daqueles olhos azuis.

Naquela madrugada em Santorini, a Deusa que tinha despertado dentro de mim pegou o doce sem hesitar. E então, segui minha jornada. Ali, caminhando na terra seca que é a lava adormecida de um vulcão, eu já sabia que os céus sobre as nossas cabeças nunca mais seriam os mesmos, independentemente de onde estivéssemos.

Ah, os doces gregos!

Casamento íntimo em Santorini: o casal e a ilha grega do amor!

Novidades mil aqui na Grécia, onde estamos acompanhando os Casamentos em Santorini que organizamos 😉 Um evento mais maravilhoso do que o outro! Casamentos íntimos em Santorini, casamentos grandes com convidados e vários dias de festa…..:) nossa agenda está animada por aqui! E a cada casamento que fazemos, fica mais evidente: as nossas noivas são as mais lindas de Santorini 🙂

Noiva maravilhosaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!

Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – a noiva Luma

Casamento íntimo em Santorini – só você e seu amor na Grécia

Hoje vamos mostrar um pouquinho de um casamento íntimo que rolou em Santorini e foi pra lá de emocionante. A noiva Luma e o noivo Rafael escolheram fazer uma viagem romântica e aproveitar os dias em Santorini para fazer um casamento íntimo e super especial. Votos do casal na ilha do vulcão = amor infinito!

Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael – foto de Wedding Stories

O casamento íntimo em Santorini é cheio de emoção e possui uma simplicidade que o torna muito especial, pois não é a “festa” nem o número de convidados que importa. Ali, diante da caldeira do vulcão de Santorini, só importa o sentimento único que dá significado na vida de duas pessoas: o amor!

Luma e Rafael, nosso primeiro e querido casal de 2018, abriram a temporada em abril com chave de ouro!

Casamento íntimo em Santorini – o registro do momento mais especial do mundo!

 O casal celebrou  o amor na ilha mais romântica do mundo e nós acompanhamos tudo de coração, pelas lentes do Wedding Stories 🙂 Foi um dia lindo no mês de abril, com aquele céu azul, onde a Terra parou de girar e tempo eternizou aquele momento para os dois apaixonados. O mundo era todo deles!

Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael – foto de Wedding Stories

A paisagem de Santorini continua sempre surpreendendo, não importa quantas vezes você tenha visto cenas da ilha grega. A combinação da decoração e o bom gosto dos noivos deu um toque especial e claro, as inevitáveis lágrimas de emoção são a cereja do bolo – a gente chora junto, não tem como!

Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael – foto de Wedding Stories

Houve muita energia positiva neste Casamento em Santorini e a beleza de uma celebração do verdadeiro amor. Que a união deste casal seja eternamente abençoada por Deus 🙂 Felicidades mil, Luma e Rafael!

Vamos curtir mais um pouquinho desse dia? Abaixo algumas fotos maravilhosas do casal Luma e Rafael. O time do Wedding Stories registrou tudo deste Casamento íntimo em Santorini –  o making of da noiva, a belíssima cerimônia e também um next day shooting de babar!! 🙂

Espero que vocês amem! Mil beijos!

Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini  – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini  – Luma e Rafael 
Casamento íntimo em Santorini
Casamento íntimo em Santorini  – Luma e Rafael 

Este casamento é mais um organizado pela Casamento em Santorini em parceria exclusiva com Divine Weddings. Quer casar em Santorini? Acesse nosso site Casamento em Santorini.

Casamento em Santorini: Dia da Noiva e Dia do Noivo

Muitas noivas nos perguntam o que os noivos ficam fazendo enquanto as noivas estão se preparando para o Casamento em Santorini! Então fiz este post para mostrar um poquinho da diferença do que rola em Santorini no “Dia da Noiva” e no “Dia do Noivo”!

Casamento em Santorini: Dia da Noiva e Dia do Noivo

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

O Dia da Noiva, em um Casamento em Santorini

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Noiva Ana Paula – MARAVILHOSA!!

É claro que cada casal tem suas preferências, mas na maioria dos Casamentos em Santorini, a noiva gosta de passar o seu grande dia “calmamente” com suas familiares próximas e madrinhas. Massagem, conversas leves e sorrisos dominam a primeira metade do dia. Um almoço leve é sempre bem vindo.

Quando os  profissionais de cabelo, maquiagem, foto e vídeo, começam a chegar, o sorriso leve dá espaço a ansiedade boa e as lágrimas surgem em alguns momentos. Votos de amor são lidos e relidos, as mães se emocionam ao ver a filha vestida de noiva, as madrinhas fazem declarações de amizade e desejos de uma vida cheia de amor – e é uma atmosfera de pura emoção!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

E quando o pai da noiva entra em cena para levar a filha ao altar é mais emoção, carinho e choro bom. Aí é olhar para o horizonte e ver o mar majestoso de Santorini à sua frente, é o momento de se deixar levar pela coragem e intensidade da ilha do vulcão. E então dar aqueles últimos passos antes do altar do seu Casamento em Santorini.

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini -Ana Paula e Luiz

Pelo menos no meu Casamento em Santorini foi assim 😉 E no da Ana Paula e Luiz, também. Escolhi alguns fotos lindas desse casal, pois este foi um do Casamentos mais maravilhosos que já organizamos em Santorini. As fotos não me deixam mentir!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

Ah, e se você se perguntar: o que rola no “Dia do Noivo”?

A minha resposta é: exatamente o que você deve estar imaginando 🙂 No dia do Casamento em Santorini, tudo já está definido, organizado e pago. O noivo pode aproveitar para relaxar com os amigos, fazer festa na piscina e o clima é de descontração e animação.

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

Próximo do horário do casamento, o noivo se arruma com tranquilidade.

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

Ah, e é claro que por trás de toda a solidez e praticidade do noivo, tem um uma porção de lágrimas honestas reservada para a hora que ele vê a mulher da sua vida chegando no altar.

A maioria dos noivos choram mais do que as noivas na cerimônias! Parece que eles seguram toda a emoção da jornada do Casamento em Santorini (ou de uma vida juntos) para aquele momento específico no altar…e aí a gente chora junto, né?

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

Todas as fotos deste post são da Ana Paula e do Luiz, o fotográfo por trás dos clicks belíssimos é o  Marcus Moriyama 🙂  Vamos postar muito ainda sobre este maravilhoso Casamento em Santorini, porque quando a Ana me enviou as fotos percebi que queria fazer uns 20 posts com elas kkkk #alokadoscasamentos 😉

Ana e Luiz, felicidades sempre! Que este amor companheiro que existe entre vocês seja a luz em suas vidas! Mil beijos!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Ana Paula e Luiz

Lua de Mel na Grécia: dicas de tudo que você tem que saber!

Se o seu sonho é uma lua de mel na Grécia, este post é para você 😉 Organizei tudo que aprendi nas minhas viagens pelas Grécia (minha lua de mel foi lá também) para ajudar as noivas e os leitores que me perguntam sobre Lua de Mel na Grécia!

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Lua de Mel na Grécia: tudo que você tem que saber!

Juntei tudo que aprendi com a minha experiência de viajante, nas minhas viagens pela Grécia, com algumas leituras interessantes sobre lua de mel (como o Guia da Lonely Planet) e fiz um super compilado com dicas de Lua de Mel na Grécia. Ta tudo, tudooooooo aí!

Para facilitar, criei grupos de dicas sobre viagem para a Grécia como planejamento, melhor época do ano, hotéis nas ilhas gregas, quanto custa e ainda como fazer vários destinos na mesma viagem.

Se você já pesquisou um pouco de Grécia, sabe que tem muitas ilhas gregas maravilhosas que seriam perfeitas para sua lua de mel 😉 Mas pensar na logística e deslocamento entre os destinos é primordial! E no final deste post, dou algumas dicas de Casamentos na Grécia também 😉

Vamos lá!

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Planeje-se!

A lua de mel, assim como o casamento, depende de um bom planejamento. Se você não tem tempo ou disponibilidade para planejar a sua lua de mel, sugiro dar uma olhada na página do Roteiro Grécia. Lá tem algumas ótimas opções de roteiros já prontos para lua de mel na Grécia! E muitas dicas que postei aqui, também estão lá! 😉

Segue algumas dicas iniciais para você se programar:

– Comece a pensar na sua lua de mel 1 ano antes da data da viagem: sonhe, pesquise, converse com seu parceiro sobre seus desejos e vontades.

– 9 a 6 meses antes: pense no orçamento e comece a economizar para a viagem 🙂

– 6 a 3 meses antes: decida o itinerário específico, confira os vistos, as vacinas, reserve as passagens e os hotéis e os passeios.

– 3 meses antes até o dia do casamento: faça sua lista de presentes online, reconfirme se o orçamento pretendido foi atingido e faça as malas!

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Melhor época do ano

É bom ter em mente que a melhor época do ano para visitar as ilhas gregas é de maio a outubro.

Também é possível visitar a Grécia em outros meses, mas fique atento as atividades disponíveis em cada mês para saber o que esperar. Existem atrações incríveis no inverno da Grécia, em Atenas e no continente 🙂 estações de esqui, cidades fofas de inverno…amo a Grécia o ano todo!

– Pense em quantos dias você pretende viajar e avalie quantas horas de trânsito até chegar no destino. Recomendo de 10 a 20 dias para poder curtir as ilhas gregas.

– Saiba que os preços da alta temporada são bem mais altos do que os preços do começo e do final da temporada.

– E claro, o preços são mais altos e a alta temporada também está atrelada aos meses com clima mais favorável.

– O ideal é encontrar algo dentro do seu orçamento com a condição climática que vai permitir você aproveitar a viagem.

Dicas de ouro:

– O número de horas que você viaja não deve ser maior do que o numero de dias da sua viagem.

– Siga seu coração! Escolha o seu destino inesquecível na Grécia e faça sua lua de mel dos sonhos 😉

Lua de Mel com vários destinos

Se o seu desejo é conhecer mais de um destino na Grécia, fique atento à algumas dicas. Para se organizar da melhor maneira entre Atenas e as ilhas que você deseja conhecer na Grécia, deixo algumas sugestões 😉

Fases da Lua de Mel:

–  Imagine o começo da viagem como uma fase inicial. Ajuste ao novo fuso horário, aos hábitos alimentares e ao clima do local. É importante manter um nível mais moderado de atividades e alguns momentos de descanso para garantir seu bem estar durante toda a viagem.

–  Após a face inicial, bem no meio da viagem, é a melhor oportunidade de se envolver em aventuras e atividades noturnas.

– No final da viagem, é hora de relaxar, investir alguns dias em algum spa, hotel de luxo ou aquele jantar mais sofisticado, para garantir a sensação de fechar a viagem com chave de ouro. E aproveite para desacelerar no final, senão você vai voltar da lua de mel precisando de férias!

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Hotéis nas ilhas gregas

Quando você já estiver decidido quanto à duração da viagem e os destinos preferidos, é hora de escolher os hotéis.

Uma regra de ouro para garantir sua sensação de lua de mel dos sonhos: cada hotel deve ser melhor do que o anterior. É a melhor maneira de evitar comparações desanimadoras e ainda garantir um final mais do que feliz para sua lua de mel pelas ilhas gregas.

Lua de mel na Grécia
Lua de mel na Grécia

Quanto custa

Um orçamento bem definido é um dos pontos decisivos para que sua lua de mel dos sonhos não vire um pesadelo econômico.

A Grécia é um dos destinos mais baratos na Europa. É um dos mais variados também, com mais de 100 opções de ilhas paradisíacas para você conhecer. Mas é bom saber que os preços de hospedagem e alimentação das ilhas famosas podem custar até 3 vezes mais do que em ilhas menos badaladas (e tão ou mais bonitas, podemos afirmar).

Se você sonha em conhecer as famosas ilhas gregas de Mykonos e Santorini, considere explorar no seu roteiro também algumas ilhas próximas vizinhas que vão fazer cada minuto e centavo de euro valer a pena.

Quando pensamos em ilhas gregas, é uma ótima opção criar um roteiro dentro do mesmo grupo de ilhas. Veja algumas ideias, clicando aqui.

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Para criar um orçamento, pense nos seguintes itens:

Quanto custa para:

– Para chegar na Grécia e voltar para casa: Vôos, taxis, transfer, etc

– Custo médio diário: acomodação, alimentação, agua, drinks, etc

– Locomoção: ônibus, trens, voos internos, taxis, barcos, etc…

– Diversão: tickets para passeios, compras de souvenirs, festas, compras em geral, tours, etc…

– Cuidados: vistos, vacinas, seguros de viagem, etc…

Não esqueça de se perguntar: luxo é importante para você? Qual é a experiência que você não pode abrir mão?

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Preços médios para Lua de Mel na Grécia:

106 euros é um valor médio de gasto por pessoa na Grécia.

26 euros é o preço médio gasto com alimentação por dia.

110 euros é o preço médio de uma diária de hotel para um casal.

21 euros é o valor médio gasto com locomoção.

14 euros é o valor médio diário para diversão.

50 euros é o valor médio para viajar dentro do país.

Valores tirados do link: http://www.budgetyourtrip.com/greece#

Lua de Mel na Grécia
Lua de Mel na Grécia

Casamento na Grécia, como funciona?

Uma viagem romântica é sempre uma experiência única na vida do casal. Ainda mais uma viagem pelas ilhas gregas, com mar esmeralda e pôr do sol incrível.. não é a ocasião perfeita para os votos de amor eterno? Eu testei e super aprovei! 😉

casamento em Santorini lugares
Meu Casamento em Santorini!

Descubra mais sobre Casamento nas ilha gregas:

Apesar dos custos da viagem, um Casamento na Grécia custa menos do que uma cerimônia tradicional no seu país. Você vai ter que lidar com um número menor de convidados, menos opções de fornecedores e menos regras tradicionais de conduta – a tentação para optar pelo simples e romântico é quase inevitável quando se pensa em casar nas ilhas gregas.

O dia é todo seu, as regras são suas, não há procedimentos rigorosos e você não precisa fazer nada que não queira. Maravilha!

casamento em Santorini
Casamento e Lua de Mel na Grécia

Casamento na Grécia: idéias do que você pode fazer

Você pode convidar as pessoas mais próximas, como a família, para um evento íntimo e emocionante. Ou você pode convidar os amigos animados e fazer vários dias de festa em alto mar, e uma festa de casamento em um beach bar.

Você pode optar pelo elopment ou casamento íntimo, e neste caso só vocês dois vão curtir o dia mais especial da sua vida. É possível curtir o casamento a dois e tudo de mais romântico ficará guardado entre vocês dois. E se vocês quiserem,  é possível fazer um ensaio de fotos ou um vídeo clip para dividir as alegrias com a família e os amigos queridos.

É claro que é possível curtir o casamento a dois e tudo de mais romântico ficará guardado entre vocês dois. Poderá ainda fazer um ensaio de fotos ou um vídeo clipe para dividir as alegrias com a família, mais tarde.

Para quem quiser saber mais sobre Casamentos na Grécia, dê uma olhada no nosso site Casamento em Santorini e inspire-se nos casamentos que realizamos:)

Casamento em Santorini
Casamento e Lua de Mel na Grécia

Locais para Casamento na Grécia

Santorini é a mais famosa das ilhas gregas quando falamos de Casamento na Grécia, seguida de Mykonos. Estas famosas ilhas gregas tem ótimas opções de locais e decoração, e um cenário de tirar o fôlego, mas isso vem com um preço. Se o seu orçamento é limitado ou se você prefere uma ilha grega secreta, existem muitos outros locais para fazer seu Casamento na Grécia – dê uma olhada no nosso site aqui.  ​A Casando na Grécia é a irmã mais nova da nossa Casamento em Santorini, e ela surgiu para atender nossas noivas que querem casar na Grécia. São muitos locais lindos para escolher: Mykonos, Atenas , Creta, KEA, Karpathos! E já dá para ver os pacotes e preços aqui.

Casamento na Grécia - Mykonos
Casamento na Grécia – Mykonos

Gente, é isso! Espero que meu post possa ajudar vocês na hora de organizar sua lua de mel pela Grécia!

Mil beijos!

5 dicas para ver Londres como você nunca viu!

Fazia muito tempo que tinha voltado de Londres pela última vez. Tempo mesmo, mais de 10 anos! Então aproveitei a escapada de poucos dias para curtir uma parte de Londres que não tinha aproveitado nas outras viagens à Inglaterra.

Neste post vou dar 5 dicas para ver Londres como você nunca viu!

o que fazer Londres
o que fazer Londres

Vou começar com algumas dicas sobre o que fazer em Londres. Li bastante antes de viajar mas concluí que eu tinha muito pouco tempo para fazer tudo que eu queria 🙁 Então escolhi fazer um número menor de atrações, mas fazê-las da melhor maneira possível! E quando vi que as temperaturas iriam estar abaixo de zero, botei mais casaco na mala e fui animada. Nunca tinha visto Londres dessa maneira, embaixo de neve!

o que fazer em Londres
Londres no inverno

 O que é imperdível em Londres:

  1. Royal Tour, a pé! Achei este tour no site: e simplesmente adorei a ideia. O serviço é oferecido por guias locais, que sabem tudinho de Londres. Eu fiz o Royal Tour com o Tom, e adorei o passeio! Durou aproximadamente 3 horas e fomos nos pontos que são super relevantes a história da Realeza da Inglaterra. Para quem gosta de história (eu!), é um tour super interessante! E se você gosta dos seriados que tem algo a ver Inglaterra, (com a Victoria, The Crown, Donwtown Abbey e coisas do gênero)  – eu também! – pode se interessar pelo royal tour também 🙂 Não tem mais nada inglês do que realeza (e uma cup of team, né?)

    o que fazer Londres
    Royal Tour em Londres
  2. London Eye VIP: o passeio pela roda gigante, a London Eye, é legal, independente do valor que você paga. Só de ver Londres do alto….coisa mais linda! Mas nesta viagem descobri que tinha tickets “normais”, tinha os “fast-tracks” que pegam uma fila menor e ainda tinha os VIPs. Como a diferença era pequena (tipo 5 libras a mais), decidi experimentar o London Eye VIP e achei que valeu muito a pena. A espera rola em um lounge quentinho com vistas lindas de Londres e quando chega a sua vez, a guia vem buscar o grupo seleto para entrar na roda gigante. Então você ganha uma taça de champagne durante o passeio. E o plus é  um guia explicando tudo dentro da cabine, uma mapa mega detalhado 360 graus, e número reduzidos de pessoas.Como eu não sou super fã de altura, achei que esses pequenos detalhes fizeram meu passeio muito mais agradável! 😉
    o-que-fazer-Londres-(11)
    London Eye, VIP
    o que fazer Londres
    London Eye VIP

     

    Chá da tarde como você nunca viu!

  3. Chá da Tarde Top: The Afternoon Tea no The Goring Hotel, coisa de gente muito fina 🙂 Nosso guia local nos contou que membros da família real adoram convidar os amigos para um chá da tarde no The Goring. Com mais de um século de experiência e perfeição na arte do chá da tarde,  este hotel tem um salão lindo que é palco da experiência de 3 as 4 da tarde, todos os dias. E não é só chá, não, gente, tem também a opção  de Afternoon tea with Bollinger, aquele champagne que é lenda! Todas as informações sobre o chá da tarde estão aqui: https://www.thegoring.com/food-drink/afternoon-tea/
    o que fazer Londres
    Chá da tarde no The Goring

    Compras em Londres: como você nunca viu!

  4. Compras na PrimarkSaindo do chá chic da tarde direto para a loja mais barata de departamento que já vi na vida 🙂 Sou fã da Primark desde sempre e toda vez que posso, dou uma passada lá 😉 Compras na Primark já faz parte da tradição de passear por Londres. Lá você encongtra peças de fast fashion pelo preço mais em conta que você já viu na vida. Claro que, algumas peças são simples e vão durar uma temporada, mas eu também tenho peças que já duram 10 anos 😉 Portanto, se você gosta de compras, vale uma visita!
    O que fazer em Londres
    Primark, em Londres

    Frio e neve em Londres: como você nunca viu!

  5. Inverno em Londres: já conhecia os invernos ingleses, cheio de chuva e vento. E também já um vislumbre do que era o verão, que também tem seu charme. Mas nada, em nenhuma das visitas anteriores, tinha visto um Londres tão maravilhosa com a Londre embaixo de neve! 😉 Confesso que quando vi a previsão do clima já estava com as passagens compradas e não ia desaminar de jeito nenhum 🙂 Mas que tava frio, tava! Demais! E que a neve caindo atrapalha o trânsito, os voos, e toda a vida “normal”, sim, ela atrapalha. Mas se você tivesse a sorte de estar passeando por Londres, ia sentir toda a mágica de uma Londres branquinha.
    o-que-fazer-Londres-(8)
    Londres, no inverno

    Fiz um post curtinho só para compartilhar algumas coisas legais desta viagem 🙂 mas espero que tenham gostado das dicas! Obrigada pelas mensagens de carinho, leio todas e me emociono!

    Mais algumas fotos da minha viagem por Londres 😉 Mil beijos!

    o-que-fazer-Londres-(8)
    Londres, no inverno

    o-que-fazer-Londres-(8)

    o que fazer em Londres
    o que fazer em Londres
    o que fazer em Londres
    Londres no inverno

     

Para quem quer viajar mais (e sempre)

Se você é uma daquelas pessoas que amaaaaa viajar, mas ainda viaja muito menos do que gostaria, este post é para você! Se você acha que só quem é rico e “tem a vida ganha” é que consegue viajar tanto…este post é para você também!

Se você me segue, já deve ter percebido que não fico mais do que 30 dias no mesmo lugar 😉 E eu escolhi viver assim – isso mesmo, escolhi! Mas isso não quer dizer que foi uma escolha que caiu do céu no meu colinho e menos ainda que ocorreu da noite para o dia. E como recebo muitas perguntas sobre como  “criei” essa vida de viagens….aí vai o meu relato:

Como comecei a viajar

Quando era criança, sempre viajava com minha família nas férias. As viagens significavam muitas horas de carro – naquela época que viajava 6 pessoas em um carro, todas sem sinto de segurança e alguém segurando a torta de frango! Eu nasci em Belo Horizonte, Minas Gerais e a gente gostava era de ir para a praia, como todo e bom mineiro. Eu também adorava visitar a casa dos avós no interior 😉 E isso era o máximo que rolava!

Quando chegou a adolescência, minhas amigas foram para a Disney e NY mas eu era da turma da capoeira, do forró e o que eu queria era Arraial D’ajuda. Quando entrei na UFMG, depois de muito estudo e uma boa dose de sorte, fui para um congresso de Administração no Chile. E esta foi a primeira vez que eu viajei para fora do Brasil. Sozinha e a trabalho – e pronto: eu nunca mais seria a mesma.

A primeira viagem sozinho para o exterior

Nessa viagem conheci pessoas que me contaram de países distantes, culturas novas e de um estilo de vida que eu nem sabia que existia: o de viver viajando. Talvez, em 2005, isso quase não existia mesmo. Lembro que aquela foi minha primeira vez em um hostel, e dos medos que tive naqueles dias. Voltei do Chile decidida a fazer algo com a minha vida.

Eu queria viajar por longas temporadas, então trabalhei durante todo o período que fiz universidade, em mais de um emprego ao mesmo tempo, quando tinha essa oportunidade. Fracassar não era uma opção – a meta era ralar e fazer acontecer (eu era nova gente, cheia de vontade!). Em um certo semestre, quando a data da minha primeira grande viagem se aproximou, comecei a fazer eventos também (e aí era o terceiro turno). Eu sabia que meus pais me ajudariam se eu pedisse, mas não queria pedir uma viagem de “férias”, eu queria independência para “rodar o mundo”. E depois de muito trabalho e correria no curso – tranquei o semestre e fui conhecer o mar mediterrâneo com uma mochila de 12 quilos como única companheira.

Naqueles dias, não tinha skype, facebook, e o salário mínimo era menos de 300 reais. O mundo era outro, mas acredito que alguns de vocês têm idade para saber disso! Lembro que trabalhei de garçonete na primeira ilha grega que morei e achei que meu salário em euros era sensacional! Também fiz alguns trabalhos temporários nas outras ilhas. Tudo que pudesse me dar a chance de continuar viajando….eu fazia. Viajava com muito pouco, economizava, ficava em hostels de até 5 euros a diária (dormia em quarto misto – e dormia de roupa porque se precisasse sair correndo de algum tarado à noite, eu estaria pronta). Lavava pratos em troca de acomodação, se fosse o caso 😉 e fazia feliz.

Nesta primeira viagem, conheci muito bem a Grécia, descobri  a Turquia, me encantei pela Inglaterra e me aventurei pela Escócia. Lembro que vi o ano novo em Edimburgo voar pelos ares em uma noite de virada que teve furacão. Voltei para o Brasil para terminar o curso mas já estava decidida: eu iria voltar para morar na Grécia.

O momento da decisão

E foi isso que fiz, com muito, mas muuuuuuito esforço, gente. Acho que já devia ser parte do meu destino, porque eu era muito obstinada. Como minha família é toda de imigrantes europeus (meus pais são filhos de gregos de italianos e mais lá atrás temos sírios e portugueses na família também), viajar e mudar de país deve estar no meu sangue. Isso facilita na parte dos papéis e na dupla cidadania, mas não facilita na jornada rumo ao desconhecido.

Não gosto de me colocar em uma posição de vítima da vida – eu não sou!! – mas por muito tempo me sentia “uma sobrevivente”. Tive um dos piores empregos da minha vida na ilha grega de Corfu, mas aprendi muito sobre chefes abusivos, homens agressivos e pessoas malucas. Como sempre viajava sozinha, passei por situações tristes e sofridas relacionadas à tentativas de abusos sexuais, mas eu era uma sobrevivente e iria sobreviver. Então eu reagia, lutava, ou corria, fugia. Eu não queria nem pensar em desistir do meu sonho de viajar por causa do MEDO. Aprendi, por questão de sobreviência, a “ler as pessoas” e escolhi melhor os locais e as companhias. Me senti muito sozinha. Eu não contava com ninguém naqueles dias, mas a vida me deu presentes e fiz grandes amigos, muitas pessoas me ajudaram quando precisei. Minhas família veio me visitar algumas vezes quando morava fora e sempre me apoiou mesmo sem concordar com as minhas escolhas.

Perdi parentes queridos enquanto estava na luta para me estabelecer no exterior, e isso dói tanto que nem consigo descrever. Fiquei sem dinheiro e trabalhei em mais um tanto de empregos que eram vistos como “subempregos” mas realmente, nunca me importei. Eu estava aprendendo e tinha clareza que era apenas uma parte da minha jornada. E uma parte bem necessária para criar a força e resistência que eu iria precisar adiante – mas isso só Deus sabia.

Quando abri meu primeiro negócio eu tinha 23 anos e já tinha feito de tudo um pouco (inclusive trabalhado com organização de casamentos – quem diria!). A minha primeira loja em Santorini foi um sucesso e um fardo, que me alegrou e me fez chorar demais. Por questões pessoais, tive que largar tudo na ilha do vulcão e voltar para o Brasil. E aí recomecei de novo – pela terceira vez –  tinha 24 anos e me sentia uma velha cansada e fracassada.

Depois do segundo negócio, veio o tombo, depois do terceiro, mais lições e então abri meu quarto negócio. Todos estavam ligados a viagens, porque esse era meu sonho – viver viajando. Depois do primeiro negócio virtual, veio o segundo, o terceiro, o quarto e o quinto. E já estamos no sexto. Conheci meu marido, que também ama viajar e este é nosso hobby favorito. Noivamos em viagem pela Itália, casamos na Grécia – juntos já fomos para o polo norte e polo sul! E outras tantas viagens maravilhosas!

Depois de escrever mais de 500 posts sobre a Grécia, a paixão virou trabalho sério. Depois de ajudar mais de 200 noivas, veio a primeira noiva que me contratou e hoje somos a empresa que mais faz casamentos em Santorini para brasileiros – temos uma equipe e trabalhamos num ambiente onde sonhar é permitido! E a cada foto linda que vocês verem de mim, lembrem que eu devo ter tirado 200 para postar 1. Em cada registro de viagem maravilhosa que você ver, lembre-se que tem uma menina que já teve síndrome do pânico e medo de voar – mas como vocês já sabem, eu escolho que o MEDO não vai decidir a minha vida. Sou eu, de mãos dadas com Deus, que vou escolher meu caminho.

Este post saiu totalmente fora do que eu tinha planejado compartilhar com vocês (virou um desabafo maluco) mas espero que possa servir de reflexão e inspiração…..

Eu acho que o que que quero dizer é: tentem – tentem o máximo que vocês podem.

É assim que os sonhos se realizam.

E se hoje eu viajo o mundo todo, e tenho a alegria de viver todos os meus verões nas ilhas gregas é porque tem mais de 10 anos que mentalizo isso, mais de 3650 dias que trabalho para isso. Com muita fé, amor e gratidão!

E se você não tem grana e odeia seu trabalho, não desanime: espero que você possa encontrar o seu caminho. Não tem nada que funcione tão bem quanto o desejo vindo da escassez – quando ele vem atrelado ao sonho de ser feliz, feliz de verdade, com aquela felicidade do tamanho do mundo.

Não existe vida fácil – existe gente que não desiste. Desejo que você seja assim 🙂

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini – Oia pela manhã

Casamento em Santorini: o casamento grego de Beth e Giorgio!

O casamento grego da Beth e do Giorgio foi um evento daqueles que a ilha de Santorini nunca vai esquecer! 😉 E nem meu coração, gente, porque me emocionei muito quando li o depoimento lindo da noiva Beth…! Ah, o amor em Santorini!!

Casamento em Santorini: o casamento grego de Beth e Giorgio!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Beth e Giorgio

A noiva conta tudo 

“Tudo começou na madrugada de um final de semana enquanto comentávamos de lugares dos sonhos para casar e viajar de lua de mel. O assunto virou Grécia, praias paradisíacas, ilhas românticas e assim tudo levou à pesquisa no Youtube sobre Casar na Grécia!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Beth e Giorgio

O primeiro vídeo que encontrei e cliquei foi o da Lulu! Ela contava sobre a empresa, o trabalho de Wedding Planner… Adoramos! Naquele segundo, empolgados com a idéia, enviei um e-mail e uma mensagem via inbox no facebook para a Luana: tipo 3 da manhã!

Ela me respondeu logo cedo, no dia seguinte e desde o início me identifiquei super com ela. Quando marcamos o primeiro meeting a sensação foi a mesma, parecia que já a conhecia há anos. Jantamos no Taverna e conversamos tudo sobre planejar nosso casamento em Santorini. Diria que foi um encontro profissional misturado com boas risadas.

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini -Beth, Lulu e Giorgio

Resultado:

 Tranquilidade nos preparativos, excelentes idéias e a segurança de estar em boas mãos. Senti isso no caminho inteiro até o grande dia. Dizem que a noiva fica nervosa, “noivazilla”, “bridezilla” mas do jeito que a Casamento em Santorini cuidou do planejamento para nós, foi leve, maravilhoso e curtimos todas as programações do começo ao fim, tudo ocorreu como o combinado.. Meu marido e eu seremos gratos para sempre pela profissional comprometida que você é, Lulu. Hoje somos grandes amigas. Ela é genial! Determinada, sabe levar um projeto a diante com paixão e transmite essa energia positiva que ela tem de sobra. Foi inesquecível e eu adoraria voltar naquela semana, para reviver esse momento ao lado da família e amigos… Desejamos que você continue com todo o sucesso e talento que é brilhar com Destination Wedding! Milhares de casamentos te esperam, agapi! Obrigada por tudo!

Beth, sua linda, também quero voltar no tempo! Te adoro demais, agapoula! ;)….(tô emocionada até agora….#welovewhatwedo)

Casamento em Santorini: Beth e Giorgio

Agora vamos aos detalhes do Casamento em Santorini da Beth e do Gi!

O making of da noiva foi no hotel Kallisti, em Fira, onde grande parte dos convidados se hospedaram 🙂 Lá é tudo tão branquinho e clean, que é perfeito para realçar os detalhes daquele momento tão especial.

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: a noiva linda Beth Masmanidis
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: A noiva linda Beth

Casamento em Santorini: a cerimônia ortodoxa 

Este casamento ortodoxo belíssimo que aconteceu em Santorini foi na Igreja de Anastasis, uma das mais lindas da região de Imerovigli ;). A Beth ficou muito feliz quando descobriu que seria possível casar na Igreja com o mesmo nome da mamys fofa dela (um super beijo, Tácia!) 🙂 E a gente mais feliz ainda, porque a Anastasis fica em uma posição muito privilegiada na ilha de Santorini.

E lá vem o noivo e sua mãe linda, pelas ruelas branquinhas de Santorini……

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: Beth e Giorgio

E lá vem a noiva! Gente, era muita emoção estampada nos rostos do pai e irmão!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: Beth e Giorgio

Enfim, casados!! 🙂

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini

Claro que não é tão fácil organizar um casamento ortodoxo em Santorini, né gente?Os nossos noivos foram mega pacientes, compreensivos e eficientes para ajeitar a papelada que precisávamos para o casamento. E é claro, tenho que enfatizar a minha gratidão com nossa parceria exclusiva com a melhor empresa da ilha, a Divine Weddings: então tudo dá super certo sempre!

Ensaio de fotos em Santorini 

Depois de uma cerimônia belíssima, os noivos saíram para um rápido ensaio de fotos  e o resultado foi tão ma-ra-vi-lho-so! A Beth e o Gi arrasaram nas fotos, e a gente que já foi noiva sabe o tanto que é difícil ficar tão deusa assim!  Mas quando o bronzeado, o sorriso, o vestido, o bouquet e claro, o noivo apaixonado entram em uma harmonia especial com o cenário estonteante de Santorini, o resultado é mágica pura! E ainda mais com esse amor todo!

E claro, gente, temos que lembrar que o fotógrafo Ben Rigas e o time do Wedding Stories, também estão na lista dos tops tops de Santorini 🙂 Eles que fizeram a fotografia e cinegrafia (vejam o vídeo imperdível no final do post) do casamento da Beth e do Gi!

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Beth e Gi
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini

A festa do Casamento em Santorini

Os convidados animadíssimos seguiram para o Restaurante Pyrgos – um dos mais tops de Santorini, sem dúvida nenhuma – para um jantar maravilhoso  seguido de uma festa de arromba!

A combinação de muita comida grega, quebra de pratos, um dos melhores DJs brasileiros e claro, a energia maravilhosa das famílias e amigos (que é o ingrediente secreto que faz toda a diferença) fez o Casamento em Santorini da Beth e do Gi um dos mais memoráveis do ano! E mostrou que os gregos e os brasileiros (e os gregos-brasileiros, claaaaro) são os povos que mais sabem celebrar o amor 😉 e curtir uma boa festa! Energia sensacional, que dá pra sentir nas fotos 🙂

Casamento em Santorini
Casamento em Santorini: a chegada dos noivos
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini:  a chegada dos noivos
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini – Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini -Beth, Lulu e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorini Beth e Giorgio
Casamento em Santorini
Casamento em Santorin – Beth e Giorgio

Casamento em Santorini: vídeo clipe da Beth e do Gi

Lindo demais! É só apertar play e esperar carregar: cenas do boat tour + making of + cerimônia + festa! Quero ver não chorar… (ainda mais nos 3.50…..)! 🙂 É muita emoção! E que galera animada!

Mais uma vez, fica aqui meu agradecimento para os noivos Beth e Gi e suas famílias, que confiaram no nosso trabalho! A Casamento em Santorini agradece! E quero agradecer também nossos parceiros gregos, Wedding Stories por mais este vídeo emocionante!

 

5 dicas práticas para quem quer conhecer Santorini

Compartilho com vocês os passeios que eu mais gosto de fazer em Santorini. Alguns deles são fáceis de fazer a pé ou de ônibus, alguns precisam de carro, quadriciclo ou moto. Em outros casos, o melhor é comprar o passeio com agências de turismo locais ou por sites especializados em Grécia.

Dicas de Santorini, Grécia
Dicas de Santorini, Grécia

Dicas sobre o que fazer em Santorini

Quando falo sobre os passeios na ilha de Santorini, na Grécia, penso em mostrar o que a ilha tem de melhor e não apenas o turismo básico, que todo mundo faz.

Dica 1) Caminhada pelas ruelas de Fira, que é a capital de Santorini, onde tem mil e uma coisas muito características desta ilha grega. Lojas de souvenirs, tavernas deliciosas, hotéis com suítes penduradas na caldeira, museus, igrejas, cafeterias com a vista do vulcão e por aí vai.

onde ver o por do sol em Santorini caldeira
Café Irini, para ver o pôr do sol tranquilamente em Santorini, na Grécia

Fira é um passeio bem característico em Santorini e você pode fazer ele no seu tempo, no seu ritmo.  É uma  opção de passeio legal para o dia e mais ainda para o final da tarde, onde o pôr do sol é lindo e você já pode escolher   alguma taverna típica grega ou em restaurantes de culinária internacional para seu jantar. A escolha é sua 🙂 Eu prefico Fira na parte da tarde!

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Fira no entardecer

E a famosa vila de Oia, em Santorini?

Dica 2) Outro passeio interessante é caminhar em Oia (a pronúncia correta é Ía). Oia é uma vila bem famosa em Santorini, provavelmente a mais fotografada de Santorini, mas parece parada no tempo. É lá que muitos turistas vão para ver o pôr do sol mais comentado da ilha.

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Oia

Atenção: é provável que Oia fique bem cheia nas tardes verão, então se quiser fugir da multidão, vá para Oia nas primeiras horas da manhã. A luz é maravilhosa e é muito mais fácil para tirar fotos! E sentir a atmosfera real de Santorini. Eu prefiro Oia pela manhã mas é porque já fui muitas e muitas vezes em todos os horários – se quiser ver o pôr do sol de lá, vá, sempre vale a pena!

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini – Oia pela manhã

E se bater a fome, vá comer em Amoudi

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Amoudi

Dica 3) A baía de Amoudi, que fica próximo a vila de Oia, é linda e pitoresca e tem restaurantes bem nativos.  O paredão vermelho, os burrinhos, os barquinhos, as aguas calmas e a verdadeira comida de ilha são o grande atrativo desta parte de Santorini que eu amo!

É bom saber que a ruazinha que leva até Amoudi enche de carros, então vá de transfer ou deixe seu carro na primeira vaga que encontrar, porque muitas vezes não dá para manobrar quando chegar láaaaa embaixo!

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Amoudi
Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Amoudi

Para conhecer Santorini, é preciso conhecer Akrotiri

Dica 4) O passeio pelo sitio arqueológico de Akrotiri é bem interessante para quem curte história porque Akrotiri é lendariamente conhecida como Atlântida. E se você quer conhecer Santorini de verdade, tem que passar por Akrotiri. Pelo menos uma parte da cidade perdida de Atlântica pode ser vista neste sítio arqueológico com impressionantes obras conservadas. E ainda, o caminho até lá passa por partes lindas e vistas de tirar o fôlego na região de Akrotiri.

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Sítio Arqueológico de Akrotiri

E se você não é fã de sítios arquelógicos, vá a Akrotiri mesmo assim, pois só quando você visita a região é que você conhece de fato a Praia Vermelha e os recortes mais inacreditáveis da ilha de Santorini!

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Praia Vermelha
Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Akrotiri

Imperdível dos imperdíveis: Passeio de barco em Santorini

Casamento em Santorini passeio de barco
Dicas de Santorini: Passeio de barco em Santorini

Dica 5) Passeios de barco, caravelas e catamarãs em Santorini são uma ótima pedida para dias ensolarados e de mar calmo. Não deixe de fazer! É diferente de todos os tipos de passeio de barco que você já possa ter feito na vida, porque é em torno de um vulcão 🙂 A energia do local é mágica e o pôr do sol é de se apaixonar.

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini: Passeio de barco

Existem algumas opções interessantes como o passeio de caravela para o vulcão, que tem até duas horas de exploração e caminhada no vulcão de Santorini. Depois, as caravelas vão até as termas para quem quiser nadar e ainda alguns passeios param na belíssima e minúscula ilha de Thirassia, bem a frente de Santorini. Eu amo este passeio!

Dicas-de-Santorini
Dicas de Santorini

Ainda dá para alugar catamarãs ou barcos particulares para grupos que querem privacidade e animar os amigos com comida boa de ilha e vinho de Santorini a bordo.  Estes passeios privados precisam de ser agendados com antecedência e negociados direto com os gregos em Santorini. Se quiser, fale conosco!

Ainda tem as belíssimas praias da ilha de Santorini (leia aqui) e se você tiver tempor não deixe de visitá-las, a estrutura das praias de areias negras é muito top....

Ah, gente, é tanta coisa legal para fazer e muito lugar lindo para ver em Santorini! 🙂

Ajudei com estas sugestões de passeios? Se gostou, compartilhe!

Quer mais informações sobre Santorini?  🙂 É só pesquisar por aqui – tenho mais de 200 posts sobre Santorini aqui!

Mil beijos, leitores!

O que vestir no inverno na Grécia: 10 dicas e looks!

Queridos leitores!

Como estou em mais uma viagem maravilhosa pela Grécia e muitos de vocês pediram dicas do que vestir no inverno na Grécia, criei este post para vocês fazerem suas malas sem quebrar a cabeça 🙂

O que vestir na Grécia no inverno!

Muitos de vocês sabem que a Grécia é um destino incrível para o verão (ainda mais as ilhas gregas!) mas a Grécia também é muito linda no inverno. É importante saber o que esperar dessa viagem, então se você acha que vai tirar aquela foto na piscina de borda infinita, comece por este post sobre Santorini no Inverno: o que você precisa saber.

Saiba sobre as temperaturas no inverno na Grécia:

Antes de mais nada, saiba que no inverno na Grécia, as temperaturas variam de 0 a 15 graus Celsius. A média tende a ser 10 graus nos meses do inverno (médias para Atenas) e é claro que no norte é muuuuito mais frio e que nas ilhas o tempo é maluco e imprevisível. No micro clima das ilhas, a única coisa que nunca falha é o vento gelado. Como eu não sou profeta nem mulher do tempo, a melhor coisa é conferir as temperaturas próximas ao local e data de viagem em sites, como este aqui:

http://www.holiday-weather.com/athens/averages/#chart-head-temperature 

E em muitos anos de viagens no inverno da Grécia, já peguei semanas bem quentes com sol, céu azul e até 18-20 graus como também já presenciei frentes frias que levam a sensação térmica para -3. Então, é um pouco difícil de ter certeza do que vai ser, mas organizei tudo de importante e útil que aprendi nessas viagens para compartilhar aqui. Espero que ajude 🙂

10 dicas sobre o que vestir no inverno na Grécia:

1) Antes de mais nada, prepare-se para o longo voo até a Grécia. Lembre-se que no Brasil é verão enquanto na Grécia é inverno e a pior coisa é já chegar no país morrendo de frio. Como o ar condicionado da maioria dos aeroportos funciona e o ar dos aviões é gelado, meu conselho é viajar já com calça comprida, blusa de frio e casaco grosso na mão. Eu ainda levo na bolsa de bordo alguns itens que podem me salvar mas que dependem do seu nível de frio (meia calça, meia térmica, gola de lã, cachecol, mais uma blusa de frio, uma camiseta para colocar por baixo e por aí vai….)

Esta e todas as fotos deste post são do meu Instagram – e aproveito para fazer o convite: vem comigo pelo mundo no @luana_sarantopoulos 😉

O que vestir no inverno na Grécia (5)
O que vestir no inverno na Grécia – Look para viajar para a Grécia

2) Leve um casacão que você ame. Ele pode ser super básico ou super diferentão, o importante é usar algo que te deixe sempre protegida do frio na medida que você sente que é confortável. É bom que ele seja “larguinho” assim você pode colocar camadas de roupa embaixo, em caso de frio extremo (veja a dica número 3, mas antes a foto do look do meu casaco “básico” – já postei muitas fotos com ele!)

O que vestir no inverno na Grécia (2)
O que vestir no inverno na Grécia – Delfos, Grécia

3) Aprenda a usar camadas de roupas. Muita gente que mora em lugar frio ou viaja sempre para locais onde os invernos são rigorosos (o da Grécia não é tão rigoroso) sabe que usar camadas é o segredo para não morrer de frio na rua nem de calor nos locais fechados. Segundo um amigo meu islândes, “não existe tempo ruim, apenas roupas ruins para aquele tempo”. Então, já monta a mala pensando: camisetinha + blusa de manga comprida + blusa de lã grossa + casaco grosso + gola de lã….e use a quantidade necessária para aquele dia.

Mais dicas sobre o que levar na mala para a Grécia aqui neste link.

 

O que vestir no inverno na Grécia (2)
O que vestir no inverno na Grécia – Atenas, Grécia

 

4) Saiba que, em geral, o inverno na Grécia é agradável. Nem um pouco similar com Islândia, Reino Unido e outros locais que tem chuvas ou neve constantes, o inverno na Grécia tende a ser ameno, ainda mais se você for sortudo. Mas ainda assim, mesmo para um dia quente e com céu azul, é bom lembrar das camadas e ter sempre o casacão a mão.

O que vestir no inverno na Grécia (12)
O que vestir no inverno na Grécia – Santorini

 

5) O dia pode estar lindo, mas o vento pode e deve estar gelado.  Vento é uma constante nas ilhas gregas, ainda mais nas ilhas gregas do mar egeu, como as famosas Santorini e Mykonos. Então, é melhor escolher as roupas para a viagem já sabendo que vai ter vento, aí não tem erro.

O que vestir no inverno na Grécia (2)
O que vestir no inverno na Grécia – Santorini, Grécia

6) Tenha sempre opções de look total black. Não sei se vocês sabem que eu sou a perua assumida dos posts de looks 🙂 E no verão na Grécia gosto de usar muito branco e colorido e no inverno gosto muito de usar preto e cores sóbrias. Se você não se importa com isso, ok, seja feliz do seu jeitinho, e se você se importa saiba que um look completo com preças pretas é uma ótima pedida para o inverno na Grécia.

O que vestir no inverno na Grécia (10)
O que vestir no inverno na Grécia – Atenas, Grécia

7) Ah, leve a jaqueta de couro! Não importa se ela é nova ou antiga, colorida ou preta, se você tem uma jaqueta de couro prepare para usar ela em cima de todos os looks que você quiser no inverno da Grécia.

8) Aproveite para visitar a Acrópole de Atenas no inverno da Grécia. Lá de cima, um dos pontos mais altos da cidade, pode e deve estar mais frio e com um vento considerável então aproveite para levar e usar sua golã de lã ou cachecol.

O que vestir no inverno na Grécia (10)
O que vestir no inverno na Grécia – Atenas, Grécia

 

9) Para os pés: botas de salto baixo e aquele tênis que você ama – de preferência aqueles que ficam confortáveis com meias de lã, porque pé gelado aumenta demais a sensação de frio. E leve também uma bota de salto alto para eventos bacanas ou para sair a noite.

O que vestir no inverno na Grécia (9)
O que vestir no inverno na Grécia – Atenas, Grécia

10) Respeite seu estilo, SEMPRE. Eu adoro usar cinza e preto no inverno, mas também usei bastante jeans e rosê nessa última viagem. O melhor é ser feliz, gente, preciso nem falar, ne? 😉

Espero este post com minhas dicas do que vestir no inverno da Grécia tenha sido útil. Como de costume, quero desejar mais uma vez que vocês realizem o sonho de viajar para a Grécia! É um país maravilhoso que está de braços abertos para os viajantes brasileiros.

Venham!!! Mil beijos!

O que vestir no inverno na Grécia (4)
O que vestir no inverno na Grécia – Santorini, Grécia

30 fotos de Casamento em Santorini para inspiração!

Ah, casamento em Santorini! Se você é uma noiva louca pela ideia de se casar em Santorini, junte-se a nós! Somos apaixonadas por celebrar o amor na ilha grega do vulcão. Ai, a ilha grega de Santorini, o mar mediterrâneo e aquele azul-verde de tirar o fôlego, o pôr do sol mais romântico do mundo, a lua de mel pelas ilhas gregas…e muito, muito amor no ar! E mais!

Neste post, vamos mostrar uma seleção com fotos que são uma super inspiração quando o assunto é Casamento em Santorini. Foi super difícil escolher apenas 30 fotos! A gente queria 300 🙂 E para o post não ficar insanamente pesado, tive que colocar as imagens em uma “resolução web” – sorry, mas tenho certeza que vocês vão amar mesmo assim! Acho que vai dar para vocês terem uma ideia da nossa paixão pelos Casamentos em Santorini que fizemos em 2017. É muito amor envolvido!

Fizemos uma compilação com um pouco de tudo: vestidos, cenários, poses, decoração e claro, momentos únicos que são os que nos fazem sonhar com Santorini. O ingrediente secreto em cada foto (aquele “X factor”) fica por conta do estilo especial de cada noiva, da história do casal, da alegria da família e da empolgação dos convidados.

Se você ainda não decidiu se a ilha de Santorini é ou não é para você, ou se você ainda não decidiu a data do seu casamento….prepara o coração! Essas fotos são muito lindas e emocionantes e claro, elas são feitas de puro amor. Então, noivas de Santorini, um combo especial de inspiração e sonho é o que desejo para vocês nesse começo de ano! E sempre!

Vamos às fotos de inspiração para Casamento em Santorini!! É apenas uma parte das fotos – postaremos mais em breve!!

Casamento em Santorini (15)
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
 Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Miltos Karaiskakis
Casamento em Santorini
Foto de Marcus Moriyama
Casamento em Santorini
Foto de WeLoveWedds
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Miltos Karaiskakis
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Marcus Moriyama
Casamento em Santorini
Foto de Marcus Moriyama
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories
Casamento em Santorini
Foto de Ben Rigas, Wedding Stories