viajar motorhome França
frança,  motorhome,  Viagem,  Viagens

10 dicas para viajar de Motorhome

Queridos leitores,

semana passada perguntei para vocês o que queriam saber sobre a minha viagem de Motorhome pelos vinhedos da França. E claro, a maioria das sugestões giraram em torno do Motorhome em si! Como alugar, qual carteira de habilitação é necessária, quanto custa e por aí vai. Então, conversei com o meu marido e escolhemos 10 dicas iniciais para quem quem viajar de Motorhome. Espero ajudar vocês 🙂

  1. Escolha o país (ou a região) no qual você gostaria de fazer uma viagem de motorhome e comece a pesquisar na internet se as pessoas recomendam ou não. Leia tudo que puder nos fóruns, inclusive da gringa. Coisas que você tem que prestar atenção: condição e tamanho das estradas, segurança do local (afinal, em muitos casos você vai parar no meio do nada – literalmente), estrutura e apoio para motohormes (campings, água encanada, plug para carregar a bateria, e claro, local para jogar os resíduos maravilhosos do banheiro químico). Nossa escolha: interior da França  

    viajar motorhome França
    Eu, perto de Vezelay
  2. Escolha a época do ano: É na primavera que os europeus começam a se animar e pegam estrada com seus homes. Verão é a altíssima temporada e os campings ficam tão lotados que a reserva é sugerida nos guias. No inverno, já sabe né?! Só se você não se incomoda com umidade, frio,  barulho do vento e a escassez do banho. Outono deve ser bem tranquilo e não tão frio. Nossa escolha: primavera. viajar motorhome França
  3. Descubra quais os melhores guias que cobrem aquela região. Existem vários guias interessantes para quem quer viajar de Motorhome, sendo o universalmente conhecido guia Michelin perfeito para quem busca os campings para passar a noite. Funcionou perfeitamente na França, era só jogar as coordenadas no GPS e relaxar. No nosso caso, escolhemos como guia principal o French Passion, que é um projeto sensacional, que direciona motorhomers para estabelecimentos no interior da França: produtores de vinho, azeite, trufas e queijos. A gente conseguiu estacionar e curtir a noite em locais com vistas inacreditáveis! Nossa escolha: Michelin, French Passion e guia da França do Publifolha.
  4. Planeje o seu roteiro e lembre-se de ser flexível. Nós amamos a ideia de rodar a França de motorhome e demoramos 3 meses para planejar a viagem. Chegando lá, tivemos que replanejar muita coisa: paradas que estavam ocupadas, mal tempo e interesse em outros locais  mudaram radicalmente o roteiro. Sugiro fazer um plano A, mas deixar o coração levar o voltante. Nossa escolha: roteiro inicial pela Borgonha, região dos vinhos boutique. 

    viajar motorhome França
    Roteiro pelos vinhedos da Borgonha
  5. Prefira visitar cidades menores e desvie das capitais e grandes cidades. Basicamente, basta pensar na dificuldade de estacionamento nas grandes cidades para você entender a necessidade de fugir delas. A ideia principal do motorhome não é economizar dinheiro (isso é lenda) mas sim chegar em locais que você nunca chegaria (ou pararia) se viajasse de outra maneira. viajar motorhome 4                                                                                                                                                                        E AGORA, VAMOS PARA PARTE PRÁTICA DA COISA:
  6. Faça a carteira de habilitação internacional. Para os motorhomes menores, os de entrada, que cabem de 2 a 4 pessoas, sua categoria de carteira de motorista vai servir (se você dirige carro), mas confirme com a empresa para garantir.
  7. Descubra onde alugar o motorhome, pois este local será seu ponto de partida e de chegada. Lembra que eu falei que é preciso ser flexível com a rota? Pois é, porque existem várias empresas que alugam motorhome e estão espalhadas pelo país. Para quem quer atravessar um país ou um continente, ou ainda, deixar o carro bem longe de onde pegou, o segredo é pesquisar muito online. Algumas empresas permitem esta flexibilidade, mas cobram o olho da cara por isso.  Nossa escolha: cidade de Sens, interior da França.  

    viajar motorhome França
    Catedral de Annecy
  8. Faça contas mas não se apegue a elas. É ilusão pensar que quem viaja de Motorhome é porque quer economizar. Motorhome é um estilo de viajar e além disso, um estilo de vida. É claro que é interessante calcular quanto custaria acomodação nos lugares que você pretende ir e coloque também nessa conta o custo do carro alugado, ou os tickets do trem, etc. Pode ser que o valor do aluguel do Motorhome fique acima ou abaixo do que você pensa. Nossa escolha: fizemos um roteiro inicial, mudamos várias vezes, paramos em campings estruturados, campos vazios, no relento, estacionamento de restaurantes e até ficamos em quartos de hotéis – quando o frio apertou e a dor no joelho piorou e eu precisava de uma banheira quente 😉

    viajar motorhome França
    Noite nos campos de trufas negras
  9. Pergunte-se se você é um motorhomer. É importante entender que quem quer viajar de Motorhome não vai ter todos os confortos e amenidades que um hotel tem, pelo menos não todas as noites. Mas também é possível parar para curtir um quarto de hotel com banheira, se quiser ou se precisar. Na minha opinião, é preciso ter flexibilidade para poder curtir a viagem. Ainda é preciso pensar que grande parte da viagem é dirigir, o que pode ser cansativo. E os viajantes a bordo tem que entender o funcionamento total do veículo e dominar o volante na hora de parar, tem que aprender como trocar gás, tem que se ligar com a quantidade de água e se acostumar com o jantar improvisado e preparado in loco. E o melhor: tem que curtir ficar na estrada. Nossa escolha: a flexibilidade e o clima de aventura foram perfeitos para nós. Em alguns dias, mudamos a rota tantas vezes que eu nem conseguia lembrar qual era o plano inicial 🙂 Mas isso era bom, porque era sinal de que tínhamos encontramos coisas mais legais ainda no caminho. E o clima dos campings era muito relax e animado, cheio de famílias de motorhomes e casais de idade fazendo churrasquinho. Adorei! 😉

    viajar motorhome França
    Annecy
  10. Aceite o que vier. Depois de tudo planejado, chegamos na França para alugar o nosso querido Motorhome e graças a Deus, foi um ótimo veículo. Meu marido é bem exigente e fiquei preocupada sobre ele curtir ou não a viagem. De cara, ficamos impressionados com a qualidade do nosso home, pegamos estrada e logo na primeira noite dirigimos bastante no escuro até chegar em um restaurante escondido no meio do NADA. Bateu aquele medinho de dormir no estacionamento do restaurante – coisa de brasileiro – , porque não tinha quase ninguém lá. Mas logo que entramos no salão, vimos que era um belo restaurante e que estava movimentado com pessoas locais. Sentamos na mesa com roupas informais, tivemos dificuldade de comunicar porque ali era só no francês e ficamos ansiosos pra ver se tínhamos acertado no pedido 🙂 Fizemos um dos melhores jantares da nossa vida naquela noite – o restaurante no meio do nada era praticamente uma super mansão francesa clássica do século passado e tinha estrelas Michelin.

Quero dizer, a vida é isso. Surpresas boas, coração aberto. Fiquem ligados que agora vai rolar uma série de posts sobre a nossa viagem de motorhome pelos vinhedos franceses da Borgonha! Espero que as minhas dicas possam ajudar, eu amei viajar de Motorhome! Super recomendo!

Boa viagem, leitores! Bjs!!

viajar motorhome França

viajar motorhome França
Cenário maravilhoso, a caminho dos alpes franceses
viajar motorhome França
Annecy
viajar motorhome França
Nosso motorhome na França!

 

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *