Pensamento do dia,  Sonhos e devaneios

As mudanças que chegam para o nosso bem

Hoje eu estava rodeada de muitos assuntos que precisam ser resolvidos e ainda assim eu queria postar algo interessante para vocês no blog. Não é surpresa nenhuma que este tema chegou até mim pelo face de uma amiga fofa e especial e os 3 minutos de sua leitura foram mais do que suficientes para acender a inspiração interna.

Eu sempre achei que eu faria algo para ajudar as pessoas, para melhorar o mundo. Depois de querer morar em Angola e construir uma escola, de participar timidamente de algumas ONGs, de rezar muito pela humanidade, me senti uma inútil. Afinal de contas, eu só tinha feito alguns esforços tímidos que não tinham gerado nada. Nada grandioso, pelo menos.

Ainda assim, toda vez que eu relaxava e tentava meditar, eu ouvia aquela voz que me dizia que eu podia ajudar as pessoas. Comecei a tentar ajudar os amigos, as crianças carentes, a família, qualquer um que precisasse de um muro de lamentação e eu corria para servir de amparo….também não deu muito certo, abraçar os problemas do mundo todo não pareciam fazer diferença nenhuma. Os problemas continuavam lá e eu comecei a me angustiar em dobro. E nada de grandioso aconteceu de novo e eu concluí que talvez eu estivesse mesmo fadada aquela sina de ser uma pessoa comum do tipo que só se importa com a venda do almoço para comprar o jantar 🙁

Ainda assim, a tal voz continuava a me perseguir e eu decidi que iria começar a ler mais e….a escrever mais. Dediquei mais ao blog, explorei as minhas ideias de um mundo melhor, aprendi sobre a sincronicidade do universo, do poder dos sentimentos. Entendi de vez que fazer o bem, mesmo que seja a uma mosca moribunda, já é grande o suficiente. Que gerar pensamentos positivos para o mundo, que contribuir para espalhar ideias boas no ar, que aumentar a esperança, que dar uma palavra de apoio, bem, que isso tudo era grandioso o bastante. Afinal de contas, somos APENAS humanos. E precisamos ser algo além disso?

Acho que não, quer dizer, aprendi que não. Com este blog e com todas as conversas loucas e profundas que eu tenho com as pessoas ao meu redor percebi que o Bem é uma coisa tão poderosa que não pode ser freada. E que os humanos tem uma dose cavalgar de Bem dentro deles, muito maior do que de Mal. E que as vezes este lado humano perfeito só precisa de algum incentivo. Decidi cutucar este lado no blog, em posts óbvios e em outros disfarçados. E ainda nos dias não tão bons, aqui estava eu tentando passar uma mensagem de final feliz mesmo embaixo de um desabafo escandaloso de final de ano estressante.  E concluí que cada dia mais pessoas estão lendo o que eu escrevo, comentando meus posts sinceros, mandando emails de encorajamento. E de uma vez por toda entendi que não importa o tamanho da boa ação, se ela é uma boa ação ela é a ação inteira 😉

E começamos do primeiro degrau da escada e não devemos temer o que virá pela frente. Certamente chegaremos lá, em algum lugar, na grandiosidade que nosso ego imagina no dia que seremos melhores, mais magros, mais inteligentes, mais ricos… ou nada disso. Continuaremos humanos, mas seremos melhores, em mundo melhor onde a cooperação é muito mais viável do que a competição. Em um mundo onde ser feliz e ajudar o outro é lei implementada. Enquanto isso, estou aproveitando a jornada de fazer o bem, mesmo que isso soe um clichê. E hoje, eu só queria mesmo dizer isso, para introduzir um post fantástico que menciono no link abaixo. Me chame de purista, de romântica, de otimista. Eu sou mesmo…e sou feliz assim. (E você, é feliz do seu jeito?)

E se você, leitor, assim como eu, consegue perceber o que o autor está mencionando sobre as mudanças nas pessoas, fique feliz: estamos acordados! O mundo está mudando e coisas fantásticas estão acontecendo. E a nova é realmente boa, desta vez! São mudanças para melhor, que buscam o nosso bem, como unidade 😉 Entendeu? E a partir de nosso ponto de consciência é que podemos fazer alguma diferença 😉 E lembre-se: ela pode ser pequena, mas ela é sempre válida!

Grande beijo para vocês 😉

O post fantástico do Gustavo Tanaka está aqui:  Há algo de grandioso acontecendo no mundo.

E uma foto linda que mostra a beleza da cooperação, mesmo que sutil, para finalizar com chave de ouro 😉

santorini

Foto de Bianca Ramos

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *