Cultura Grega,  Turquia,  Viagens

Casamento Turco X Casamento Grego!

Quem me conhece sabe que eu já viajei demais pela Grécia, já morei por lá e tenho família em Atenas, Poros e Samos. E quem acompanha minhas histórias sabe que, desde o ano passado, por motivos de negócios e outras cositchas mais, ando expondo minha figura na medina pelas bandas da Turquia!

Eu, na Acrópole de Atenas, em 2006

Eu, na frente da Hagia Sofia, em Istambul, 2011

Lembro que logo que cheguei em Atenas, na primeira vez, em 2006, peguei um casamento grego no primeiro fim de semana e nem tinha o que vestir! Minha prima me ajudou (como sempre) e fui feliz da vida, na cerimônia na Igreja Ortodoxa e na festa, que foi na parte externa de um casarão, foi lindo! E depois, enquanto morei em Santorini, peguei mais um e em Égio peguei mais outro.E como eu sou super sortuda, nesse espacinho de tempo de um ano, que geraram três viagens para a Turquia (já vamos para a quarta), tive o grande prazer de participar de um casamento tradicional turco! Super!

Como são duas culturas que eu conheço um pouquinho mais, resolvi fazer uma comparação. Pasmem, os grandes inimigos de longas guerras, na verdade se assemelham mais do que se possa imaginar!

Para começar, antes do casamento, e mesmo antes do noivado (!) os gregos fazem uma cerimônia chamada logos (que significa “palavra” em português), na qual o homem conhece a família da mulher e promete que vai firmar noivado em breve. É conhecido como dia do compromisso, e adivinhem?! Na Turquia tem também, praticamente a mesma coisa: o homem vai até a família da mulher e explica suas intenções e precisa da aprovação da família. A cerimônia pede família reunida, um anel chiquérrimo para a futura noiva e uma bolo para os convidados! Na Turquia também!? Check!

Próximo evento: o noivado. Praticamente um mini-casamento, como pude perceber. Não tem nada de jantarzinho íntimo ou churrasco como acontece no Brasil, o negócio na Grécia exige modelitos chiquérrimos e cabelo idem e não vale se não reunir a vila inteira em um salão todo enfeitado com branco e rosa, com muitas flores. Fogos de artifício, dança romântica para os noivos. Mais um anel, na Grécia. Na Turquia, os noivos ganham ouro e dinheiro dos convidados, daí o motivo de você querer chamar todo mundo! Os convidados do noivo penduram moedas de ouro nele e os da noiva, no vestido dela, vale nota de 500 euros também! Comida na festa: sim, nas duas culturas e muita! Bebida? Na Grécia, sim e muita, na Turquia, não, já que a maioria muçulmana prefere não beber.

Luzes em noivado turco

Próximo evento, deve ser o casamento né!? Nãaaaaao! Quem disse que casar é simples assim, nestes países que quase não há divórcio!? Você tem que estar muito certa mesmo, e passar pela bateria de eventos e aprovações familiares. O que vem na sequência é diferente em cada país: na Grécia, a cerimônia (pelo menos nas ilhas ) é chamada “Krevati” (que nada mais é do que “cama”, em português) e acontece, normalmente, uma semana antes do casório oficial. Os convidados vão até a casa do casal novo, ah, que já tem que ter casa montada, senão não casa, fique claro! E então, no meio dos comes e bebes, os convidados dão uma voltinha até o quarto do casal e joguem dinheiro na cama! Sucessssoooo!

Na Turquia, a cerimônia é na noite antes do casamento e é chamada de Henna Night ( gente, meu turco ainda não bomba, só sei nomes em inglês rsrsrsr). Os convidados vão até um salão maravilhoso e enfeitado ou até a casa da noiva para um evento que praticamente só envolve as mulheres. Os homens que forem, vão só para dar um oi e ficam fazendo hora, discretamente,  fora do lugar. As mulheres ficam dentro e participam do ritual que envolve  danças tradicionais, muito ouro e dinheiro para a noiva e a famosa passada de henna na mão da noiva! E das solteiras de plantão, afinal todas querem casar e logo, senão….. desgraça para a família!

Dinheiro e ouro para a noiva turca!

Cerimônia da Henna

No dia do casamento, gregos e turcos se assemelham!? Not! O casamento grego começa em uma Igreja Ortodoxa, se for nas ilhas, ainda antes da cerimônia tem uma carreata emocionante pela vila de onde as famílias vieram. O casal e os padrinhos caminham ao som de tiros e violino, super emocionante!

Ao chegar à Igreja, é possível que dois ou três padres realizem a cerimônia e que as pessoas não fiquem caladas, coisas da Grécia! A festa vai até o outro dia de manhã, homens e mulheres dançam emocionados e a comida e bebida é exagerada e até desperdiçada! Muito barulho e bagunça, copos e pratos quebrados à revelia e guardanapos para todo lado…….Ia sás!

Fonte: www.bride.ca
Fonte: www.bride.ca

Na Turquia, o esquema é bem diferente. Não se pode dizer que é bem uma festa, e sim, um ritual. Durante o dia do casamento, a família do noivo vai até a casa da noiva para buscá-la e levá-la para a nova vida.

Família do noivo festejando na frente da casa da família da noiva: a hora é agora!

Noiva saindo da casa! Snif, snif!

Mais tarde, todos se encontram no salão.  As famílias chegam e se acomodam nas mesas, não há serviço de comida e bebida, apenas um ou outro refrigerante ou suco. Pessoas trazem água de casa (true story!) e tiram a garrafa da bolsa, na tora! Alguns biscoitos especiais enfeitados e doces lindos são distribuídos e claro, o bolo. A música é tradicional e os casais e algumas mulheres dançam discretamente no meio do salão. No meio da noite, começa a fila enorme que dura mais de duas horas para colocar mais ouro e dinheiro nos noivos, olha que maravilha! Depois que todos já colocaram os ouros, os mais animados dançam mais um pouco e todos vão para a casa, relaxar e comentar os acontecimentos.

As duas culturas são fascinantes e espetaculares, se tiver que escolher uma, fico no meio, tem como?! Na dúvida, sempre que vou nestes casórios, aplico um truque que vale para qualquer um dos lados:

Eu escrevendo no sapato da noiva!

Mashalhah, Inshallah! E filakia ia oli!

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *