viagem Grécia ilha grega Santorini
Cultura Grega,  Giro pelo mundo,  Grécia,  News,  Viagem

CRUZEIRO DE LUA DE MEL: QUATRO DIAS ENTRE CÉU E MAR (visitando as ilhas gregas…!)

Eu tenho consciência de que minha vida é atípica e eu fiquei quase 30 dias viajando no mês do meu casamento. Consegui ir para a a Grécia bem antes dos quatro dias de festa em Santorini e depois da festança grega, ainda ficamos vários dias a mercê de águas mediterrâneas. Depois de avaliar tudo que valeu a pena e tudo que não foi legal, percebi que um dos pontos altos da minha viagem de lua de mel foi o curto cruzeiro que eu comprei em promoção e sem grandes expectativas, em uma tarde nublada de terça-feira.

Talvez aí esteja o grande segredo, não é incomum que viagens despretensiosas cercadas de baixa expectativa irão nos trazer agradáveis surpresas. Eu bem sei que a idéia de um cruzeiro pelo mediterrâneo já está atrelada a imagens de belíssimas praias, imensidão de águas azuis esverdeadas e muita gente bonita bronzeada mas assumo que isso já é algo comum no meu arquivo de memórias. Depois de tantas idas e vindas entre ilhas gregas e Brasil, eu achei que nada poderia me surpreender em quatro dias de viagem por lugares que eu já passei. Mas, felizmente, eu estava errada.

E a bordo de um pequeno cruzeiro de marca desconhecida, me despedi de Pireus, que é o famoso porto de Atenas e fui para a área externa aproveitar o belo céu azul de agosto ao lado do meu amor. A estrutura do navio contava com pequenas piscinas no alto do último andar e uma grande área de descanso, relax e pura apreciação marítima. Nada melhor do que o vento leve do verão no mediterrâneo batendo no rosto para a gente lembrar que a vida é bela e que o amor é possível.

ilhas gregas

Após poucas horas de navegação, atracamos na famosíssima e badalada ilha de Mykonos e chegamos no porto no final da tarde do primeiro dia animados. Como eu já conhecia bem a ilha, convidei meu amor e alguns amigos para um rápido tour pelo charmoso labirinto de casas brancas, também conhecido como centro da ilha. Depois de nos perdemos algumas vezes nas ruelas de pedestres, finalmente nos encontramos na frente do ponto de táxi e eu pedi, em grego, que o motorista nos levasse para a Paradise, a praia da perdição. E não pense que ela é apenas um reduto de solteiros desesperados por sexo sem sentido, porque ela é perfeita para casais que querem dançar ao som de uma música eletrônica excelente e querem aproveitar o cenário paradisíaco do pôr-do-sol da ilha. E não, eu não consigo pensar em um  nome mais justo e acurado para aquela praia de areias brancas e mar azul sem fim.

viagem Grécia ilha grega Mykonos
Mykonos
Grécia cruzeiro ilhas gregas Mykonos
Mykonos
viagem Grécia ilha grega Mykonos
Mykonos

Voltamos para o navio por volta da meia-noite e dormimos sem nem terminar de rezar o pai nosso, de tão cansados da balada. Relaxamos e curtimos as mordomias do spa até a tarde do dia seguinte, quando o cruzeiro parou na ilha de Patmos. Bem próxima a costa da Turquia, ainda parte da Grécia, Patmos é uma pequena ilha com uma grande relevância: abrigado em uma de suas montanhas, São João escreveu o livro do apocalipse, segundo os historiadores e guias orgulhosos contam. A atmosfera especial da ilha é baseada em mosteiros e riquezas de história religiosas, mas o charme do pequeno porto é perfeito para um casal relaxar e provar o famoso frappé grego geladinho, enquanto espera a hora de voltar a bordo.

E mesmo quando o por-do-sol é visto do mar aberto, é preciso ficar atento a batidas do relógio para garantir um lugar para jantar em um dos deliciosos restaurantes a bordo. Os melhores só têm mesas disponíveis até as 9 da noite e tentar comer bem depois das 10 é uma missão quase impossível. No entanto, todos os tipos de drinks e shots são oferecido a vontade até que o sol se levante no mar novamente e a noite a bordo do cruzeiro pode ser muito mais animada e selvagem do que se imagina. Existem atrações para todos os gostos e enquanto uns assistem espetáculos no palco,  outros dançam ensadecidos nas boates em torres panorâmicas no meio da escuridão azul. Para os noivos, uma boa dose de sono profundo, cadenciado e acariciado pelas ondas do mar foi a melhor e mais sábia escolha.

Na manhã seguinte, atracamos em Kusadassi, cidade da costa mediterrânea da Turquia. Nos primeiros minutos em terra, você já sabe que todos os boatos sobre negociações com turcos são verdadeiros e você provavelmente não vai escapar da clássica visita a fábrica de couro. Tenha paciência, faça sua compras se quiser mas foque na beleza natural e história que Ephesus, uma das cidades mais importantes do mundo antigo, têm a oferecer. O tour é historicamente e visualmente imperdível e uma boa guia vai te transportar até as ruas que Maria, mãe de Jesus, caminhou há mais de dois mil anos.

Kusadassi Turquia
Kusadassi
Kusadassi Turquia Ephsesus
Ephesus
Kusadassi Turquia Ephsesus
Ephsesus
Kusadassi Turquia Ephsesus
Ephesus

A parada é breve e logo seguimos viagem até a fantástica ilha grega de Rodes e tenho que admitir, uma das minhas favoritas de todos os tempos. Rodes abriga no alto de sua montanha a Acrópole de Lindos e se você acha que já viu tudo que há de templo depois de visitar Atenas, confira, com o queixo caído e lágrimas nos olhos, a beleza avassaladora da vista do lugar. Do alto de Lindos, confirmo, mais uma vez, a sabedoria grega para escolher nomes. Depois de belas fotos estilo cartão postal, refresque-se em alguma das muitas e longas praias da ilha ou vá direto para dentro das muralhas procurar por um belo restaurante. Sorvetes deliciosos, ruas milenares e o Palácio dos Grãos Mestres são o combo que você precisa para entender que a Grécia merece um lugar especial no coração dos incansáveis viajantes.

viagem Grécia ilha grega Rodes
Rodes
Rodes
Rodes
viagem Grécia ilha grega Rodes
Rodes
viagem Grécia ilha grega Rodes
Rodes

Mais uma noite relaxando a bordo é uma boa idéia e se o mar estiver revolto e não te deixar dormir, corra para um dos cassinos do navio, onde nunca se sabe se é dia ou noite, se faz sol ou chuva. O giro da roleta logo te fará esquecer o balanço da maré e  o fascínio das luzes reluzentes das máquinas vão te fazer entender por que não devemos nem ter bingo perto de casa.

Na manhã seguinte, Creta nos sorri de braços abertos. O imponente porte da maior ilha da Grécia é grande o suficiente para receber o navio e logo pegamos um táxi em direção ao historicamente imperdível Palácio de Cnossos. Eu, que achava que muito já tinha visto e aprendido sobre terras helênicas, fiquei silenciosa e pensativa enquanto caminhava pelas ruínas da misteriosa e evoluída civilização minóica. Em frente ao labirinto de Minotauro, penso triste e emocionada sobre a nossa fragilidade pois esses seres tão especiais viraram pó frente a força magnânima do tsunami originado pelo vulcão de Santorini.

viagem Grécia ilha grega Creta
Creta
viagem Grécia ilha grega Creta
Creta

Respiro fundo, me reconstruo e fico animada para continuar a viagem pela Grécia, a jornada da minha vida. E é isso, a próxima parada é Santorini, onde tudo começa e termina. E como ex-moradora e noiva da ilha, eu penso como os nativos e entendo que o passado é história e melancolia, o futuro é incompreensível e improvável mas que o presente, bem, ele é uma declaração de amor que Deus nos faz.

viagem Grécia ilha grega Santorini
Santorini

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *