Descobrindo a Islândia: Golden Circle (Thingvellir Park)

Finalmente, estou de volta no blog! Doida para contar as novidades da viagem da Islândia para vocês 🙂 Hoje vou compartilhar sobre a primeira atração do famoso passeio conhecido como Golden Circle, que é o Thingvellir Park ou Parque Thingvellir. São muitos detalhes importantes e fotos interessantes, então resolvi dividir o tema para não ficar muito cansativo.

Eu tive o prazer de passar dez dias da minha vida na Islândia! Este pequeno país/ilha, conhecido internacionalmente como Iceland, mais do que merece uma visita. E posso falar, daria para ficar duas semanas ou um mês (ou uma vida) viajando por lá. O período de dez dias foi muito curto e já quero voltar!

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Estrada para o Thingvellir Park

Como contei em outro post, para chegar na Islândia não é difícil. Basta voar para o aeroporto internacional de Keflavik, que fica a 45 minutos da capital Reykjavik 🙂 Diariamente, o aeroporto de Keflavik recebe vôos das principais capitais da Europa, enquanto o de Reykjavik recebe de outras partes da Islândia. De Amsterdam ou Paris, por exemplo, a viagem dura em torno de três horas.

Então, bem próximo da região que tem o aeroporto e a capital da Islândia, existe o famoso Golden Circle. É uma rota super famosa para quem não tem muito tempo para explorar o país, justamente, porque neste percurso você pode ver um pouquinho do que é a Islândia.

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Thingvellir Park

Os exploradores animados indicam até sete atrações presentes na rota do Golden Circle, mas nós nos dedicamos a explorar apenas três e mais dois lugares interessantes que não estavam no plano inicial. Explico o motivo: visitamos a Islândia em Março e ainda era final de inverno, o tempo estava totalmente imprevisível e escurecia lá pelas cinco da tarde. Quem visita a Islândia no verão, quando não escurece e o sol fica 24 horas por dia iluminando o país, tem tempo de sobra para fazer as outras atrações 🙂 Se não sabe se quer ir no inverno ou verão, leia o meu post com dicas iniciais para planejar uma viagem para a Islândia aqui.  E não importa se é inverno ou verão, é bom ficar atento às roupas térmicas e impermeáveis (dicas completas no meu post aqui).

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Eu e minhas roupas impermeáveis, no Thingvellir Park

Existem muitas excursões que saem de Reykjavik e fazem o Golden Circle de ônibus, outras são de big jeep privado e é super fácil de comprar o passeio nas agências da capital ou online. Como eu viajei com meu maridão, meu irmão e minha cunhada, nós preferimos alugar um carro 4×4 e explorar a Islândia por nossa conta. É uma ótima sugestão para quem viaja em grupo, porque as estradas são boas, sinalizadas e com o GPS funcionando você roda o país todo (lógico, se a neve deixar). O aluguel do carro não é barato, mas as excursões são mais caras ainda. Então, é planejar, fazer conta e achar uma promoção para alugar o carro online e com antecedência. Pelo que pesquisamos, alugar no aeroporto ou em Keflavik é mais barato do que alugar na capital Reykjavik.

Enfim, dormimos a primeira noite em uma guest house em  Keflavik e saímos do hotel cedo, as sete da manhã e seguimos para o primeiro ponto do Golden Circle, o Parque Thingvellir. Com o tempo bom (sem chuva forte nem nevasca), fizemos uma hora e meia de carro. Já dava para sentir o clima extremo da Iceland pelos cenários maravilhosos e congelados que passavam pela janela do carro, mesmo há poucos quilômetros da capital do país 🙂

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Estrada para o Thingvellir Park

O Parque Thingvellir é uma atração que pode ocupar o seu dia inteiro porque tem muita coisa legal para ver e explorar. Como nós tínhamos poucas horas, visitamos apenas uma pequena parte do parque Thingvellir para ver o encontro das placas tectônicas e tentar mergulhar no que é conhecido como Silfra (que é exatamente este encontro embaixo da água!). Adivinha? Com a friaca e a sensação térmica de -3, não animamos de executar a ideia, mas um grupo de corajosos vestiu uma roupa “seca” de mergulho e entrou na água, enquanto pedrinhas de gelo flutuavam.

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Mergulho na Silfra, Thingvellir Park

O Parque Thingvellir tem um super estacionamento e um banheiro arrumadinho e aquecido. Tem ainda uma loja de souvenirs e uma mini cafeteria. A entrada é gratuita. Um pequeno mirante de madeira e vidro logo na entrada oferece uma vista fantástica do parque e é ali que a aventura começa! A sinalização no parque é completa e super atualizada, vale atentar para os avisos sobre pequenas trilhas que são fechadas pela neve e que ficam escorregadias quando a neve derrete. A paisagem é muito linda. Eu super indico o passeio 🙂

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Thingvellir Park

E vale lembrar que nas noites com céu limpo e com grande atividade solar, o Parque Thingvellir é um dos lugares mais espetaculares para ver a aurora boreal! Foi lá que eu vi a minha primeira aurora boreal!!!

Abaixo, compartilho mais fotos da minha viagem pela Islândia para vocês se animarem e partirem para a Iceland!!!! Bjs!

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Eu e meu marido no Thingvellir Park

Islândia Golde Circle Thingvellir Park

Thingvellir Park

 

 

Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Meu marido, Thingvellir Park
Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Mergulho no Thingvellir Park
Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Thingvellir Park
Islândia Golde Circle Thingvellir Park
Thingvellir Park

Um comentário sobre “Descobrindo a Islândia: Golden Circle (Thingvellir Park)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *