Casamento em Santorini,  Casamento grego,  Giro pelo mundo,  Grécia,  Lulu no País das Maravilhas: Especial Grécia

Dicas para planejar sua viagem para a ilha de Santorini!

Quando chega essa época do ano eu sempre recebo várias mensagens e emails de amigos e leitores. Estão todos atrás das preciosíssimas dicas sobre como planejar uma viagem para Santorini, a ilha mais linda da Grécia!

Se você caiu de paraquedas no blog pela primeira vez, saiba que eu já morei em Santorini, volto lá quase todo ano e casei na ilha mágica do vulcão no verão passado. Ou seja, amo amo amo falar de lá! Se tiver alguma dúvida mais específica fique a vontade para me escrever um email, tá? luana.sarantopoulos@gmail.com ou comente aqui embaixo, se preferir.

Então, o que você precisa saber quando estiver programando sua viagem para Santorini? Vamos lá, começaremos do começo:

1) Vá no “verão”, ou pelo menos no que os gregos de ilha chamam de verão, que é a temporada de maio até setembro. Esquentou e os turistas já estão chegando? Então é verão. Hora de tomar café frappé e passear na praia de moto! Ebaaa! A alta temporada é de julho a agosto, sendo agosto o caos total nas ilhas gregas, ainda mais em Santorini. É muito quente, cheio e caro, ou seja, se puder, evite. Em Santorini, o mês de maio já é bem bonito, tem flores para todo lado, a brisa começa a aliviar, alguns turistas educados já aparecem e os ânimos vão esquentando. Junho é muito bom porque é bem quente e dá praia todo dia mas ainda é possível achar hotéis e passeios com um bom preço. O começo de setembro é a minha época do ano favorita para curtir a ilha! Ainda é quente e dá praia, os beach bars ainda estão abertos porém menos lotados, o aluguel dos carros é barato e fica muito bom para assistir o pôr do sol em Oia! Com espaço nas ruelas e poucas nuvens no horizonte!;) Se não puder se programar para ir no verão, saiba que no inverno é bem friozinho, tem muita neblina e chove bastante. A maioria do comércio fica fechado na região das praias e apenas os nativos ficam na ilha. A cidade de Fira é a única opção com alguma vida.

2) Fique pelo menos quatro dias na ilha. Gente, Santorini é uma ilha linda e cheia de cenários bem diferentes de tudo que você já deve ter visto na sua vida. É vulcão, é passeio de barco, é praia branca, preta e vermelha, é por do sol aqui e acolá, é degustação de vinhos, é sitio arqueológico….e por aí vai. Para quem gosta, tem a vida noturna também. E para os casais, romantismo é o que não vai faltar. Se precisar de ficar menos tempos, ok, mas se tiver a chance de estender sua estada, não pense nem duas vezes. Eu conheci mais de 20 lugares na Grécia e nenhum se compara com Santorini. E é para lá que meu coração me manda, todo ano!!

3) Vá, mesmo que sozinho. Santorini também é mágica para viajantes “avulsos”. Tá, todo mundo sabe que Santorini é a ilha do amor e dos casais apaixonados, mas isso não quer dizer que não seja top destination para quem está viajando sozinho também. Minha primeira vez na ilha foi assim: estava eu, Deus e minha mochila e de cara eu amei o lugar. Tem hospedagem para mochileiros, tipo hostel de ilha e tem uma galera animada para todo lado. A noite é bem agitada no verão, nas praias e beach bars e mais ainda na rua de bares de Fira (uma baladinha atrás da outra). Basta se informar e saber onde ir. E nos passeios sempre dá para fazer amizade. Ou seja, está na missão solo, vá mesmo assim para Santorini!

4) Hospede-se em Fira, de preferência na caldeira. Não vou te enganar, este vai ser, provavelmente, o local mais caro da ilha, mas a vista estonteante do vulcão cercado pelo mar e as facilidades da capital da ilha tem o poder de definir sua viagem. Procure bastante porque a oferta de hotéis é enorme e você consegue achar preços razoáveis. Se não puder ficar na caldeira de Fira, fique no centro de Fira. Outra opção, Firostefani, que é colado em Fira. Ou ainda Imerovigli, que tem a caldeira fantástica e o preço melhor, mas você vai precisar de transporte para ir até Fira, que é onde tudo acontece. Ficar em Oia é certeza de uma hospedagem linda e tranquila, mas fica relativamente longe de Fira, na pontinha da ilha. Para quem quer praia, eu sugiro ficar na praia de areias negras de Perissa, minha favorita na ilha. Perivolos é do lado e é uma boa pedida. Muitos gringos gostam de ficar na praia de Kamari, tem muito hotel por lá, mas é longe de Fira e do resto. Existem algumas opções de ônibus e até que dá para ir para todo canto de transporte público, mas eles vivem lotados no verão. Os taxis são meio carinhos porque normalmente é preço combinado, eles não usam táximetro. No final da festa do meu casamento, percebi quão pequena era a quantidade de táxis disponíveis a noite, porque acho que só conseguimos 10! A ilha é pequena, né gente?!

5) Vá de barco até Santorini. Eu sei, a viagem pode levar até 8 horas de ferry boat (ou até mais, já fiz em 12 horas OMG!) mas eu acho que vale muito a pena. Do avião, nunca dá para perceber a distância real dos lugares e perdemos a noção de tempo também. Quando você entra em um barco e respeita a velocidade do vento e o movimento do mar, a vida parece mais real e nos conectamos com o universo que nos cerca. E toda vez que eu vou para lá, é do barco que quero avistar Santorini, sem dúvida nenhuma. A visão do vulcão maravilhoso emergindo de um lado, enquanto as casinhas brancas penduradas no penhasco aparecem do outro tiram meu fôlego. Sempre, sempre.

Não há lugar como Santorini, não se engane. Ou há, mas eu nunca vou acreditar nisso. Entra ano, sai ano é para lá que eu quero ir. Espero que as dicas sejam úteis para os viajantes da ilha perdida de Atlantis e que vocês curtam muito a viagem. E um desejo final para que você volte de lá um tanto parecido com os nativos da ilha, que aprenda algo daquela sabedoria simples dos lugares distantes e isolados. Que saiba ler nas pedras da praia como foi a noite no mar, que saiba sentir o vento e desvendar o amanhã. E que ainda assim, saiba viver no presente e apreciar calmamente um café frappé na frente da caldeira do vulcão.

Escolhi algumas fotos da minha última viagem para vocês! 😉 bjss

ilha de Santorini dicas
Foto: Bianca Ramos
ilha de Santorini dicas
Foto: Linda Vukaj
ilha de Santorini dicas
Foto: Linda Vukaj
ilha de Santorini dicas
Foto: Linda Vukaj
ilha de Santorini dicas
Foto: Linda Vukaj
ilha de Santorini dicas
Foto: Linda Vukaj
ilha de Santorini dicas
Foto: Bianca Ramos

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *