Dicas de Creta, Grécia: Monastério de Arkadi

Queridos leitores,

Hoje vou falar para vocês um pouquinho da minha visita no Monastério de Arkadi, que fica próximo a cidade de Rethymno, em Creta.

E só para citar uma coisa muito interessante que aprendi é que Monastério é uma palavra que vem do grego (é claro!) Monasterion, que quer dizer “lugar de viver sozinho” – já que monos é sozinho. Muito legal, né?! Para quem vai visitar a região e quer uma informação mais específica, o Arkadi fica no lado oeste da grande ilha grega de Creta, a 23 quilômetros de Rethymno.

Uma pequena introdução sobre Creta

para quem caiu de paraquedas no blog:

Minha viagem até Creta, na Grécia foi maravilhosa e muito inspiradora e agora começo a compartilhar com vocês tudo que aprendi. Me deparei com muitas dúvidas quando estava progamando a viagem, afinal Creta é uma ilha enorme,  e com uma lista infindável de coisas legais para fazer. Para quem curte praia, em Creta tem várias lindas, selvagens e supreendentes e outras tantas com estrutura moderna e resorts enormes. Para quem curte história e cultura, Creta oferece uma lista de passeios, museus, e monumentos históricos que emocionam por sua riqueza cultural e relevância na história da Grécia.

Tenho muito a dizer sobre aquele canto da Grécia porque o povo de Creta me conquistou por inteiro!

E vocês sabem que eu falo demais – 😉  – então podem aguardar que vai ter post de tudo que é assunto, dicas e informações sobre viagem para Creta, na Grécia. Se você quer ver um apanhado geral vai direto no meu vídeo do Youtube O que fazer em Creta, clicando aqui.

Agora, sobre o Monastério de Arkadi – eu achei o local lindo – lindo mesmo!

Cheguei lá sem esperar nada (talvez esse seja o segredo da vida, né? expectativa zero ;)) e me impressionei quando vi quantos ônibus de turismo estavam estacionados. What? Só eu que não sabia que este lugar mágico existia? Por que os brasileiros não falam desse lugar? Como podemos vir até Creta e perder uma visita nesse lugar tão especial?

Então, como eu descobri sobre o Monastério de Arkadi, em Creta?

Vocês já sabem que eu trabalho com Casamento em Santorini (Lulu, resume, vai..!) e por isso conheço muitos profissionais gregos nativos e eles se tornam amigos, sempre me dão dicas, informações novas e é um grande prazer conviver com eles e suas famílias. Estava em Creta conhecendo a ilha e tive a sorte de fazer um ensaio fotográfico com o excelente fotógrafo Ben Rigas lá no Monastério de Arkadi, acreditam?

E é isso que apresento para vocês agora: imagens maravilhosas de um dos meus ensaios em Creta, e e fotos belíssimas do Monastério de Arkadi. Abaixo, também dou algumas informações super interessantes sobre o local e alma forte do cretense 😉

O que fazer em Creta Grécia
Monastério de Arkadi, Creta
O que fazer em Creta Grécia
Monastério de Arkadi, Creta

O que vemos no Monastério de Arkadi?

Uma combinação de construções com estilo veneziano, renascentista, porque Creta foi por algum tempo parte da República de Veneza. É um monastério ortodoxo, um templo para estudo de ciência e arte, mas mesmo e apesar das muralhas e do Monastério parecer uma fortaleza, ele foi conquistado, destruído e reconstruído várias vezes, a cada invasão e dominação (vocês sabem que esta região viveu momentos turbulentos pesados, né?).

A informação que mais me chamou atenção é que o Monastério de Arkadi é atualmente um santuário nacional em honra da resistência cretense, pois foi um dos pontos mais relevantes de resistência contra a ocupação otomana. Diz a lenda, que cretenses se refugiaram no local (a maioria eram mulheres, crianças mas havia resistentes também) mas depois de três dias de combate (os otomanos estavam em número bem maior), os cretenses explodiram os barris de pólvora e todos os ocupantes morreram. Eles preferiram o sacrífico ao invés da redenção.

Isso não resolveu o conflito, mas chamou a atenção do mundo para a coragem e a bravura do povo de Creta, que lutava desteminadamente – até o fim – em nome de sua independência. Isso faz a gente pensar, né?! E se você viu ou leu a obra mundialmente conhecida como “Zorba”, deve se lembrar que uma das características mais marcantes do personagem Zorba era o espírito livre. “Vou trabalhar para você, mas no meu tempo livre, eu sou o meu chefe, Zorba fala logo no começo de sua história.

Finalmente, queria deixar uma pequena passagem para meus amigos gregos

Eu sei que eles leem o blog traduzido pelo Google 😉 O que mais me admira no grego e o que mais me deixa orgulhosa de ser metade grega é a sua lealdade – seja pela palavra dita, pela relação aceita, pela honra de ser quem é, pela família que o criou, pela vila que o recebeu, por Deus, que lhe deu a vida. A lealdade dos gregos é – na minha opinião – a característica mais marcante e ela está presente em cada cantinho de história na Grécia. Creta, um lugar que eu aprendi a amar tanto quanto minha querida Santorini, mostra isso o tempo todo, em cada esquina, em cada olhar. Os gregos são leais, mesmo que leais ao que eles acreditam, ao que entendem da vida. Podem estar em desacordo com o resto do mundo, mas estão de acordo com aquilo que são. São leais a sua essência. E isso não é admirável? 

Bom, desejo a todos um excelente final de semana – planejando viagens, ou descansando, ou lendo um bom livro 🙂 Um que seja cheio de cultura, história, bravura, paixão, amor pela Grécia e alegria! 😉 Bravo Ellada, mais uma vez a Grécia me deixa orgulhosa!

Abaixo mais algumas fotos de Ben Rigas 🙂 Beijos, amigos!

O que fazer em Creta Grécia
Monastério de Arkadi, Creta
O que fazer em Creta Grécia
Monastério Arkadi, Creta!
Dicas de Creta
Lulu em Creta, Monastério de Arkadi

Dicas sobre Creta, Grécia: Chaniá!

Queridos leitores,

minha viagem até Creta, na Grécia foi maravilhosa e muito inspiradora.

Mas me deparei com muitas dúvidas quando estava progamando a viagem, afinal Creta é uma ilha enorme,  e com uma lista infindável de coisas legais para fazer. Então, comecei a me perguntar: Para onde vou? Onde vou ficar? O que vou conseguir fazer em sete dias?

Concluí, logo no começo, que não iria conseguir fazer tanta coisa em sete dias.

Pensa bem, em sete dias você conhece muito bem a maioria das ilhas gregas, mas CRETA é CRETA! E não há nada igual ou parecido em toda a Grécia 😉 Então, vale a pena deixar a ambição de conhecer TUDO de lado, e aceitar a opção de conhecer algo BEM, certo? E foi com este intuito que concentrei minha viagem no lado oeste de Creta – e minhas cidades de apoio foram Rethymno e Chaniá. Também conheci Heraklion e Agios Nikolaos, mas falaremos disso em outro post 😉

Muito importante: Creta é barata,

E você consegue maravilhas em um custo benefício interessante. Eu estou muito acostumada aos preços de Santorini mas em Creta é tudo beeeem mais em conta. No meu vídeo O que fazer em Creta, eu conto que um club sandwich é 5 euros, um bom jantar 10 -12 euros, um bom hotel 3*** tem uma diária em torno de 60 euros (preços de outubro de 2016). E ainda dou várias dicas o que fazer, onde ficar, como chegar e quando ir para Creta!

Mais importante ainda: Creta é enorme, e localização é tudo! Ou seja, muita hospedagem barata está, na verdade, bem no meio do nada. 

Na região de Chaniá, existe uma infinidade de resorts e hotéis lindos estranhamente baratos, mas só vale a pena de pegar uma barganha dessas se você vai ficar vários dias na ilha e de carro – é claro!

Então, se você está com tempo e verba limitados, minha dica sobre Creta é: fique no porto veneziano de Chaniá.

Dicas de Creta Chaniá
Porto de Chaniá

Neste porto super charmoso você encontra inúmeros restaurantes, cafeterias, lojinhas de souvenirs e agências de turismo. Então, é só deixar a mala no quarto e curtir a paisagem linda do porto de Chaniá. Por ali, dá para visitar museus, descobrir lojas bem cretenses, é uma região que você não tem que preocupar com absolutamente nada. Fazer tudo a pé, comer bem e gastar pouco e ainda comprar um Rakomelo (raki com mel – amo!) de lembrança para um parente querido.

Dicas de Creta Chaniá
Porto de Chaniá, Creta
Dicas de Creta Chaniá
Porto de Chaniá, Creta
Dicas de Creta Chaniá
Porto de Chaniá, Creta

E para quem tem tempo e quer curtir as praias da região de Chaniásegunda dica: conheça as praias da região de Chaniá pois elas são imperdíveis!

Nada melhor do que estar ali perto do porto veneziano, pois a rodoviária está super perto, tipo 10 minutos a pé. Se você quer comprar o passeio em agências, existem várias opções de tours de barco e ônibus saindo do centrinho. E se você quiser alugar um carro, mais fácil ainda! Os preços variam, mas só para vocês terem noção: a diário do carro era 35 euros, a passagem de ônibus para a praia de Elafonissi era 12 euros e os tours para algumas praias eram em torno de 20 euros.

Sobre as praias…ah, o que dizer? Elas são maravilhosas!

Não tive tempo suficiente para explorar todas que  queria e já marquei de voltar para Chaniá em 2017 e na próxima viagem ficarei 10 dias apenas lá! 😉 Conheci Elafonissi e me pareceu um super caribe grego, com mar lindo e calmo e claro, com uma atmosfera cretense inconfudível. Espreguiçadeiras para alugar, um fournos (padaria) para matar a fome e muito espaço vazio selvagem e maravilhoso para os animados explorarem. Eu simplesmente me apaixonei por Elafonissi.

Dicas de Creta praias de Chaniá
Praia de Elafonissi, Creta
Dicas de Creta praias Chaniá
Praia de Elafonissi, Creta
Dicas de Chaniá, Creta
Elafonissi, Creta

Para quem tem tempo: visite também Falasarna, Balos, Frangocastello e Seitan Limani.

Ah, e quero fazer uma sugestão especial sobre a região de Akrotiri, em Creta, próximo de Chaniá 😉 É nessa região bela que se encontra a praia do Stavros, a famosa praia do Zorba! Isso mesmo, a praia onde foi filmado partes do filme Zorba, o Grego e claro, onde o Antony Queen (nosso querido Zorba!) dançou o Sirtaki mais famoso do mundo! Para contar mais sobre a praia do Stavrós, prometo que farei outro post!

Dicas de Chaniá, Creta Stavros, praia do Zorba
Praia do Stavros, Chaniá, Creta
Dicas de Chaniá, Creta Stavros, praia do Zorba
Praia do Stavros 🙂 praia do Zorba

E sobre a comida sensacional de Creta?

Também não tenho palavras para descrever, já que amo a comida grega e a culinária de todo o mediterrâneo. Amei todos os pratos, experimentei tudo que podia e um dos meus novos favoritos é a salada cretense com um pão e tomate (…tentando lembrar o nome…). Ah, e adorei as variações do raki (com mel, com rosas)

Como não quero cansar vocês, fiz este post com informações mais breves – mas se você quer saber mais sobre onde ficar em Creta, Elafonossi, Praia do Stavros, e dicas sobre Creta, clique aqui!