Karpathos: o paraíso grego fora da rota tradicional

Hoje é dia de post sobre a fascinante e paradísiaca ilha grega de Karpathos!

Karpathos….ah? Oi? Que ilha grega que é essa? E onde que ela fica, Lulu?

Veja as dicas completas neste post aqui!

 Karpathos é o paraíso grego fora da rota tradicional das ilhas gregas famosas!

E apesar de amarmos o combo Mykonos e Santorini, também amamos conhecer ilhas novas com estrutura boa, turismo para todo tipo de viajante, atmosfera relaxante e ainda visual de tirar o fôlego.

dicas-de-karpathos-grecia

Férias é pra relaxar, né gente? E nada melhor do que dar “um pulo” até as ilhas gregas para aproveitar dias de sol no mar mediterrâneo. Mas às vezes as ilhas gregas mais famosas ficam muito muito mas muuuuuito cheias na alta temporada – ou seja – é fila para todo lado, engarrafamento e por aí vai (imagina Búzios no reveillon…só que mais cheio).

Então, pedi para um grande amigo nativo da ilha de Karpathos (esse paraíso escondido nas ilhas gregas do Dodecaneso) para dar algumas dicas para os viajantes que querem conhecer a ilha grega de Karpathos! Bora lá?

O texto abaixo é de Antonis Karanikolas e as fotos abaixo são do Instagram dele! Inspiração e carisma total!! Aproveite para dar uma espiada e começar a seguir o perfil dele, só foto bacana! 😉

Uma das primeiras coisas que alguém tem que decidir, depois de selecionar o destino para passar suas férias, é a época do ano, estação ou mês que pretende viajar. Se o tempo vai ser quente, frio, se o local será lotado ou não, se será mais econômico para ficar sobre esse período e muitos outros parâmetros são importantes na hora de planejar.

Karpathos ilhas gregas (2)

Uma vez que alguém escolhe Karpathos, você vai começar a ler em vários sites muitos comentários e sugestões, pois a ilha é um ótimo destino durante todo o verão.

 Karpathos é perfeito de meados de abril a meados de outubro!

P.S: o verão na Europa, especialmente no Mediterrâneo, dura de meados de abril a meados de outubro. E  é claro que, como nas ilhas gregas mais famosas, Karpathos também fica  cheio em julho e agosto, mas isso não significa que os serviços ficam muito mais caros.

Karpathos ilhas gregas (3)

 Karpathos é uma das maiores ilhas gregas, ou seja, os turistas ficam espalhados e a ilha não fica tão lotada!

O ponto positivo é que, devido ao grande tamanho da ilha (9 º maior na Grécia),  mesmo nos meses da alta temporada (e milhares de turistas), Karpathos não parece tão lotado, pois os turistas estão espalhados em toda a ilha. A maioria dos viajantes ficam na capital da ilha, também chamada de Karpathos (embora os habitantes locais chamem Pigadia), mas há outros lugares, como Ammoopi, Arkasa, Lefkos, aldeia de Olympos e vila de Diafani, também são lugares onde os turistas ficam durante suas férias.

Assim como existem segredos para cada lugar, há alguns segredos para Karpathos também. Se você perguntar a maioria dos moradores locais qual é o melhor momento para alguém visitar a ilha, você provavelmente não vai ouvir o que você espera (julho e agosto).

Karpathos ilhas gregas (3)

Então leia os segredos de Karpathos para descobrir qual a melhor época para visitar a ilha!

Eu prefiro Karpathos em Junho e Setembro e existem várias razões para minha opinião. Vamos enumerá-las:

  1. Os profissionais e empresários (proprietários de restaurantes, bares etc) dirão que podem oferecer melhores serviços nos meses fora da chamada ” alta temporada ”, como junho e setembro, porque o turismo durante esses meses não são tão intensos . Então, eles têm mais tempo para atendê-lo melhor e não são esgotados pela fadiga (só para esclarecer, a “alta temporada” é Julho e Agosto)
  2. Como mencionado anteriormente, um parâmetro muito importante para escolher o tempo que você vai fazer uma viagem é o clima. Karpathos é o quarto lugar da Grécia com a maior média anual de ventos com maior intensidade. De fato, muitas vezes as corridas de windsurf ocorrem aqui devido a ventos fortes e pelas longas praias disponíveis. Os nativos vão dizer (e não há nenhuma resposta garantida sobre o vento) que os melhores meses para visitar é junho e setembro, talvez setembro está ganhando com alguns votos a mais.
  3. A ilha é conhecida por suas tradições puras. Não se esqueça que, mesmo hoje em dia, há Olympos, uma aldeia muito tradicional, onde as mulheres vestem até hoje seus trajes tradicionais. Então, se você tiver sorte o suficiente para estar em um festival em junho ou setembro, ele será todo seu! A verdade é que o maior festival da ilha acontece em 15 de agosto e comemorado em algumas aldeias (como em Olympos também), mas você não pode desfrutar muito por causa da multidão. Karpathos ilhas gregas
  4. Você nunca terá que esperar em filas. Sim, no verão na Grécia você vai ter que esperar na fila no caixa eletrônico, no banco, talvez em um restaurante para comer … Não se preocupe com isso, é por isso que estamos aqui para, para ajudá-lo. Durante junho ou setembro, você provavelmente não terá que esperar em filas.
  5. Nos últimos anos, muitos de nós estão lidando com a fotografia. Amadores, com sua câmera, ou o smartphone, nós nos tornamos uma espécie de fotógrafos. Mais uma vez, não tenho certeza de que em julho e agosto você será capaz de tomar o que quiser, como você quer … As praias estão lotadas, as ruas estreitas ou caminhos nas aldeias terá sempre outras pessoas também e onde você parar. Para apreciar a vista, você estará provavelmente com alguma outra pessoa …
  6. As praias! As praias da ilha e a aldeia Olympos, são os locais mais atraentes e importantes. Embora Karpathos tenha mais de 80 praias acessíveis, com tristeza temos de informá-lo que em julho e agosto, você não vai encontrar mesmo um que não tem sequer alguns turistas. Muitas vezes, eles são despertar das 07 para alugar uma espreguiçadeira na praia. Isto significa que você não será capaz de conseguir uma cadeira, mas vai ter que se sentar na areia. Isso é permitido na Grécia, mas às vezes é um pouco cansativo. Portanto, se você imaginar que uma praia será sua (ok, quase sua), se você quiser as manhãs durante as suas férias para acordar um pouco mais tarde, então você deve pensar novamente se a vir para a ilha em julho ou agosto. Karpathos ilhas gregas (1)
  7. Outra questão importante é a disponibilidade. Quer se trate de alojamento (hotéis, quartos, etc) ou carros para alugar (nem sequer falar sobre valores, mas apenas para a disponibilidade) na altíssima temporada é mais complicado. Como escrevemos acima, a ilha é grande o suficiente para alugar um carro (se você é turista independente)e provavelmente em junho ou setembro você vai encontrar mais opções para alugar alojamento, para aluguer de automóveis. Já em julho e agosto você realmente não pode encontrar de tudo, e também será difícil com qualquer coisa que precise de reserva antecipada.
  1. Finalmente, a questão financeira é sempre um fator importante para determinar a duração final do nosso feriado. Na medida em que a altíssima temporada para visitar a ilha é julho e agosto, isso significa que os hotéis vão custar cerca de 20% mais barato em outras épocas. A verdade é que nos últimos anos, mais e mais visitantes sabem sobre os aspectos positivos de setembro, especialmente os turistas que vêm várias vezes e visitaram Karpathos no passado. Assim, os preços em setembro vem subindo, mas você ainda obtém todos outros benefícios!

Então imagine que você está em uma ilha com dezenas de praias que você pode mergulhar nas águas cristalinas azuis e é quase interiamente sua (junho – setembro). Onde a água é completamente tranquilo, absolutamente sem vento (setembro) e, em seguida, vá confortavelmente comer sua refeição tradicional grega na taverna mais próxima. As cores no céu serão mais doces eo pôr do sol mágico (setembro). Você pode encontrar moradores locais e tirar fotos das senhoras de idade em trajes tradicionais (junho – setembro).

Se você gostou dos comentários, pense bem! Talvez os meses mais adequados para você são junho e setembro!

Karpathos ilhas gregas (3)

Gostaram do post?? Eu amei as dicas que o Antonis compartilhou com a gente!! Bora para Karpathos??

5 ilhas gregas que você tem que conhecer antes de morrer!

Se você é doido para conhecer a Grécia mas nem sabe por onde começar a planejar a viagem, aí vão algumas dicas do que é imperdível entre céu, terra e mar nas ilhas gregas. E melhor ainda, eu vou confessar quais são as 5 ilhas gregas que você tem que conhecer antes de morrer!

Ah, e pra quem quer dicas de roteiro e agentes especializados em Grécia, acesse http://www.roteirogrecia.com/. Esse site é da minha mama, Lucia Sarantopoulos e ela está com excelentes parceiros gregos, opções top e preços super acessíveis 🙂

Tive a sorte (e a coragem) de me lançar ao mundo e o meu destino foi exatamente a Grécia. Fiquei 6 meses mochilando no país e depois dessa viagem, minha vida mudou. Morei na Grécia (em 3 ilhas diferentes: Samos, Corfu e Santorini), voltei para o Brasil, casei em Santorini e a Grécia tem sido meu destino de verão nos últimos dez anos. É claro que eu não conheço toooooooodas as ilhas, (mesmo porque é ilha pra caramba), mas dentre as diferentes belezas das ilhas e das particularidades de cada região, eu montei a minha listinha das 5 ilhas gregas que você tem que conhecer antes de morrer! Vamos lá?

Zakynthos

Onde é? Nas Jônicas, aquelas ilhas que ficam do lado da Itália, no mar jônico.

Por que ir até Zakynthos? Já me falaram que saiu em alguma lista que Zakyntos tem uma das praias mais lindas do planeta (isso eu não saberia te dizer), mas é fato que o mar jônico é uma coisa de outro mundo, a gente fica de boca aberta 24 horas por dia. Zakynthos tem um centrinho bacana que chama Zante, tem boas opções de hotéis bem mais em conta do que as acomodações das ilhas famosas. E ainda tem: as cavernas inacreditavelmente azuis, o ponto conhecido como Shipwrech que é cartão postal da Grécia  e muitas e muitas praias e quebradinhas maravilhosas de areia branca e mar incrível!

Quando e como ir? Verão, de preferência de maio a setembro, sendo julho e agosto os meses mais quentes e mais cheios. Vá de avião direto de Atenas ou de busão até o porto Kilini (perto de Patra, mas confirmem a informação porque fui muitos anos atrás) e de lá é só pegar um barco estilo ferry. Eu não achei tão longe mas tem que estar com tempo!

Quanto tempo ficar? 3 dias a uma semana.

Zakynthos
 Cavernas azuis, Zakynthos
Zakynthos
Shipwreck, Zakynthos

zakynthos 2

Zakynthos

Rodes

Onde é? Rodes é a maior ilha do Dodecaneso. Fica localizada a sudeste de Atenas, perto da ilha de Creta e também relativamente próxima a costa da Turquia.

Por que ir até Rodes? Rodes é uma ilha bacanérrima que mistura um pouco de tudo. Pra quem é fã de ruínas e história tem muita coisa legal pra ver, como a Muralha da Cidade Antiga, o Palácio dos Grãos Mestes, o Castelo de Monólithos e a Acrópole de Lindos. Rodes também garante praias boas, paisagens maravilhosas (o visu do alto de Lindos é demais), comércio bem organizado e vida noturna que bomba!

Quando e como ir? Verão, de preferência de maio a setembro, sendo julho e agosto os meses mais quentes e mais cheios. A ilha é grandinha e bem desenvolvida se comparada com outras ilhas gregas, então não é tão difícil achar hospedagem com preços razoáveis durante o ano todo. Para chegar até Rodes, sugiro voar direto de Atenas ou pesquisar as rotas de ferries boats porque eu sei que dá pra ir de outras ilhas até Rodes. Não sugiro ir de barco de Atenas, a não ser que seja um barco bom e rápido (eu já fiz 15 horas de Rodes até Atenas….afff…..!).

Quanto tempo ficar? 3 dias a uma semana.

Rodes
Acrópole de Lindos, Rodes
Rodes
Rodes
Rhodes 2
Palácio dos Grãos Mestes, Rodes

Milos

Onde é? Milos é uma ilha foférrima e ela é relativamente novidade. No verão do ano passado, todos os amigos nativos de Santorini me falaram da beleza de lá! Fica localizada nas Cíclades e só para você se ligar do que estou falando, também na Cíclades temos Mykonos e Santorini e talvez por isso não ouvimos muito falar da charmosa Milos.

Por que ir até Milos? Apesar de não ser tão famosa quanto suas vizinhas, Milos tem uma beleza natural de espantar. A ilha é uma maravilha no estilo “diamante bruto”. A água do mar é super clara e varia em todos os tons da cartela de cores entre o azul e o verde, as praias são belíssimas e tranquilas, sem grandes muvucas. O passeio de barco ao redor de Milos  foi um dos passeios mais tops que eu já fiz nas ilhas gregas. Justamente pelo fato de ela não ser tão bombada, não é tão lotada, nem tão cara e dá pra fazer passeios mais sofisticados, como veleiros privados que cabem até 10 pessoas. Nestes passeios por Milos, o almoço fresco é pescado na hora, as inúmeras paradas para nadar são sem igual, os drinks gregos com mastiha são divinos, a música é boa e snorkeling é possível em todo canto (e tudo está liberado no preço de 75 euros por pessoa -preços do verão de 2015).

Quando e como ir? Verão, de preferência de maio a setembro, sendo julho e agosto os meses mais quentes e mais cheios. Desconfio que fora da temporada não deve ter muita coisa rolando por lá, porque ainda é uma paraíso escondido do resto do mundo.

Quanto tempo ficar? 2 a 3 dias.

Milos
Milos
Milos
Milos
Milos
Milos

Creta

Onde é? Creta e algumas ilhas ao redor formam a conhecida região de Creta. Ao sul de Atenas, Creta tem grandes cidades e é bem acessível tanto de avião quanto de barco.

Por que ir até Creta? Creta é um importante ponto cultural, econômico e histórico da Grécia e conhecer Creta é uma oportunidade única! A grande Heraklion é uma cidade cosmopolita e cheia de vida (quase caótica se pensar em ilhas gregas mas calmíssima se pensar em São Paulo), e é por lá que você encontra o Palácio de Cnossos, um sítio arqueológico de riqueza incontestável. Em Creta, dá pra aprender tudo sobre a civilização minóica e não faltam museus bacanas, praias maravilhosas, desfiladeiros e montanhas, natureza selvagem, comida boa, música típica…enfim, Creta é Creta e só indo até lá para entender!

Quando e como ir? Existe uma lenda que diz que Creta tem 360 dias de sol, então imagino que deve dá pra visitar a ilha o ano todo. Claro que o verão é maravilhoso!

Quanto tempo ficar? de 3 dias a 1 mês, a ilha é grande e tem milhões de pontos interessantes para visitar. Mas se você estiver apenas uma manhã, ou uma tarde, no caso de Cruzeiros, vá mesmo assim!

Creta
Creta
Creta
Creta

Santorini

Onde é? Santorini é uma das ilhas mais famosas da Grécia e a mais visitada do grupo conhecido como Cíclades, onde o mar é muito azul e as casinhas muito brancas!

Por que ir até Santorini? Santorini é a minha ilha favorita (quem acompanha o blog sabe disso) e vejo muito motivos para uma visita a Santorini em toda e qualquer viagem na Grécia. Primeiro, imagina a caldeira do vulcão, que não existe em nenhuma outra ilha grega (existe vulcão, mas caldeira igual a de Santorini eu nunca vi meeeeesmo!) e então imagina um copo de café frappé gelado ou uma taça de vinho e um pôr-do-sol de tirar o fôlego. É isso. Mas ainda tem o passeio até o vulcão, as termas, as cidadezinhas de cartão postal, as praias de areias negras, a praia vermelha e a branca, os beach bars sensacionais, a estrutura de ilha famosa, a melhor comida da Grécia…ih começou o bairrismo! kkkkkk

Quando e como ir? De preferência, verão. De maio a setembro, não tem muito vento na ilha e o clima fica bem agradável, sendo julho e agosto os meses mais quentes e mais cheios. Mas como a ilha é um lugar único no mundo, eu iria fazer uma visita mesmo no inverno, quando a beleza misteriosa de Santorini domina as ruas 🙂 (Parei, senão começo a falar igual escritora apaixonada pela ilha! kkkkk)

Quanto tempo ficar? de 3 dias a uma vida! Lugares mágicos para conhecer nunca vão se esgotar em Santorini.

Santorini
Santorini
Santorini
Santorini

Espero que este post anime todos vocês para conhecerem as ilhas gregas! Qualquer dúvida, podem entrar em contato comigo no meu email luana.sarantopoulos@gmail.com

Bjs! 🙂