Pensamento do dia,  pensamentos,  Viagens

Uma carta aberta aos donos do mundo

Bom dia! Bom dia! Bom dia!

Hoje recebi mais “bom dias” virtuais do que qualquer outro dia. Grupos no whatsapp, no face, pessoas animadas, que torcem por um Brasil melhor estão ligadas em tudo que pode acontecer. Tic Tac no relógio anuncia mais um segundo e fica mais próxima a chance de uma mudança real. Muitos se pegam pensando que agora tudo vai mudar!!!!UHU!

Não é?! Bem, não sei! Mas confesso que só o fato de ter esperança já me faz respirar mais leve e sinto que esse sentimento não é só meu. De repente, nasceu um consenso de que hoje realmente pode ser um BOM DIA. E será, se Deus quiser, apesar e independente dos resultados políticos do que vem por aí.

Não vim aqui pra discutir política (pára, porque isso tem de sobre na web e nunca tive vontade de engrossar o coro caótico), vim aqui para dar uma palavrinha com os donos do mundo. Se você conhece algum, manda este post pra ele. Se não conhece, compartilha porque vai que algum amigo da sua rede conhece?

O meu recado aos donos do mundo é o seguinte (na verdade é um pedido). Pelo amor de Deus, pelo amor que você tem pela sua mãe, pelos seus filhos, pelo amor de Dadá (como falamos lá em Minas), aproveitem a chance do caos atual para construir coisas melhores. Aproveitem a destruição dos antigos paradigmas, dos modelos “do mal”, dos sistemas corruptos, e de tudo que não nos orgulhamos (e que já vai tarde….)  para a construção de algo bom, de algo positivo. Pelo amor de Deus, donos do mundo! Vamos fazer a coisa certa!!!! Pelo menos, desta vez! Será que isso é tão difícil assim?

Acho que é, tem de ser, não é possível. Mas até eu que sou um pessoa normal, brasileira mediana, limitada e nem mais nem menos brilhante do que a média da população mundial consigo diferenciar o que é errado do que é certo. O que é roubo, o que é crime, o que é morte do que não é. Estou cansada de ouvir desculpas para comportamentos errados, em todos os níveis da sociedade ( é o político que rouba, o estudante que falsifica documento, o pai que pára em fila dupla na porta da escola, os moradores do meu prédio que não respeitam a lei do silêncio…! #prontofalei porque eu moro no 1 andar!!!!). Também estou cansada de fazer coisas erradas e achar que “não tem problema”, “porque todo mundo faz e bonzinho só se ferra!”

Sei que existem níveis diferentes de transgressão, perversão e criminalidade, e é claro que não estou aqui para julgar e nem competir pra ver quem é o “mais malzão do planeta”. Eu só queria mesmo era dizer que quero ver novos valores, quero viver em um mundo onde não há dúvidas de que o certo é o certo! Quero um mundo onde o grupo e a cooperação vale tanto quanto (ou mais, né?) do que o indivíduo e a competição! E se o mundo é uma selva, e se temos que lutar pra sobreviver – 24 horas – por dia, que seja pelos motivos certos! E a saber:  existem estudos que comprovam que os escritos de Darwin falavam muito mais de cooperação do que de competição aberta. (Vi isso no documentário I am, caso alguém queira assistir, recomendo!)

Sabemos que precisamos do coletivo e agora que o mundo está de cabeça pra baixo (hello Brasil fudido, hello África fudida, hello Oriente Médio no caos e hello Europa que não escapa de mais nada!) é o momento ideal para criarmos um coletivo do qual nos orgulhamos e que queremos fazer parte! Então, donos do mundo, vocês que regem o globo, que criam as tendências, que criam o zeitgest, que tem recursos ilimitados ou quase isso, vocês que mandam nas mídias, vocês que controlam o mundo, por favor, FAÇAM A COISA CERTA!

Fácil? Não! Temos que conversar muito, mas muito meeeeeesmo pra conseguirmos entrar em acordo sobre alguma coisa. Sobre coisas tão importantes ou irrelevantes. E se não conseguirmos nem entrar em acordo sobre o que é a coisa certa!? Afinal, se a gente tem opiniões diferentes em todos os grupos, sejam eles grandes como o whatsapp da facu ou pequenos como nosso núcleo familiar, como podemos entrar em um acordo sobre uma coisa tão séria? Como podemos entender o que é A COISA CERTA PARA O MUNDO?

Não sei, leitores, não sei. Eu sou apenas uma escritora bem intencionada que não tem nem de longe a solução para os problemas da própria vida mas vou falar o que penso: acho que não deveria ser tão difícil de fazer a coisa certa. Acho mesmo. Sabemos, dentro da gente, dentro daquele pedacinho (chamado partícula de Deus por uns, intuição por outros) dentro do coração, da mente, da moral, dos valores, das entranhas, enfim, em algum lugar aí e aqui  que diz: isso é certo, isso não é. Não temos?

Se não temos, se as diferencias culturais, sociais e de valores são maiores do que a própria noção do que é a coisa certa, vamos então simplificar ao invés de polemizar. Vamos olhar para a criança, que quando encontra um amiguinho desconhecido pela primeira vez na rua tende a sorrir, pegar na mão, abraçar. **quem sabe até rola um beijinho inocente com bafinho de papinha**. Ah, se as criancinhas podem, eu acho que eu posso. Tá, mas as crianças ainda não levaram tantas porradas na vida (eu já levei e aprendi a levantar a guarda). OK. Então, vamos olhar láaaaaa pra trás e seguir com a premissa da regra de ouro, desde que o homem é homem: Amai aos outros como a si mesmo 🙂 Alguém aí já ouviu falar disso?

É isso, donos do mundo, é isso. Dentro da minha ignorância  ingênua mesclada com limitação de conhecimento mundial, eu só queria pedir pra vocês fazerem a coisa certa. Que sirvam de exemplo para uma humanidade que está ajoelhada pedindo por bons líderes, por novos heróis. Nos dê esperança, mostre que o mundo não vai acabar, que o homem não vai se degladiar até a morte, por ganância ou ódio. Mostra, vai, que a nossa raça tem jeito. Esta é a nossa maior chance, eu quero voltar a acreditar no ser humano. E é isso que eu quero de presente esse ano, donos do mundo.

Aí, sim, hoje, ou amanhã, ou depois, será um bom dia. E que muitos bom dias estejam a frente de nós.

Ótimo final de semana pra todos!!!!!!!

Ei gente, aqui é a Lulu. Sou de família grega e italiana e morei em Santorini. Em 2014, tive o prazer de me casar na ilha de Santorini, lugar mais lindo do mundo! Moro em Amsterdam e viajo todo verão para a Grécia, para realizar o sonho de quem quer casar em Santorini. Pergunte que quiser. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *