Vale a pena: Ilhas do Príncipe, Turquia !

Well, well, well. Não sei se muitos de vocês sabem mas nós tivemos alguns contratempos na nossa lua-de-mel. Greves de aeroporto pra lá e pra cá, decidimos estender nossa estada na Turquia e fomos conferir as Prince’s Islands ( Ilhas do Príncipe). Esse grupo de pequenas ilhas são um excelente refúgio no meio do Mar de Mármara, bem coladinho em Istambul. Já foi terra de gregos, romamos e otomanos e  está a apenas uma ou duas horas da grande e mágica metrópole e é super acessível por ferrys que saem o dia inteiro dos portos de Kabatas, Besiktas, Kadikoy and Bostanci (+ info dos ferries, aqui ). É bom saber que, em turco, me parece que este grupo de ilhas é chamado de Adalar e é bom pedir informação no hotel ou hostel para saber exatamente para qual porto seguir. Nós fomos de trem de Sultanahmet para o porto Kabatas e levamos em torno de 20 minutos, mas lembre-se de estar bem adiantado pois Istambul é gigante e de repente fica tudo lotado (trânsito de carros e o trem sem caber mais uma alma) e nada acontece. E ninguém quer correr o risco de perder o barco né?!

A saber: as ilhas eram usadas como exílio de reis, sultões e outros figurões, e a arquitetura do lugar é super especial. Mais parecido com uma viagem a algum sonho de criança, as ilhas são predominante verdes de floresta, as poucas ruas são dominadas por antigas e conservadas mansões e charretes coloridas  e os pontos mais altos tem as mais belas vistas. Escolhemos ficar na maior das ilhas que se chama Buyukada (ainda assim, 5 km total)  e nos hospedamos em um dos melhores hotéis de lá: Ada Palas Boutique Hotel. Foi uma experiência maravilhosa ficar nesse hotel pois eles tem também o melhor restaurante da ilha bem no jardim de inverno fofo que se chama Jardim Secreto. Gente, amei! Mas ó, vai sabendo que Turquia meu povo é ooooooutro mundo. Nada de achar que vai ser comparado com Europa ou EUA, sem chance. Lá é um lugar especial, com muitas pessoas amigáveis e beleza natural, mas ainda bem rudimentar em relações a outros aspectos que estamos acostumados. Dito isso, fiquei animadíssima quando durante nosso último jantar em Buyukada no Jardim Secreto, o dono do hotel me perguntou se eu podia falar com a esposa dele no telefone pois ela queria me conhecer. Fofaaaaaa! E aí, quando nos falamos ela disse que tinha feito uma sobremesa especial para nós e se aceitássemos, ela pediria para o marido ir até a casa deles buscar. Aceitamos, e foi  uma das sobremesas mais saborosas da viagem!

O legal de Buyukada é que não é possível alugar carros ou motos, apenas bikes ou comprar um tour de charrete com os locais. A estação das charretes bomba e fica com uma fila gigante quase o dia todo no verão, mas vale a pena esperar um poquinho e apreciar o passeio pela ilha toda. Eles vão te oferecer basicamente dois tipos de tour: o pequeno e o grande, simples assim. Vale a pena fazer o grande e dar a volta ao redor da ilha, pois não demora nem duas horas e é muito agradável. Importante: peça para o pessoal do hotel explicar sobre o tour para você já saber o preço antes de chegar lá, para evitar que o moço da charrete inflacione os valores.

O topo de Buyukada tem vistas lindas demais e vale a pena bater perna morro acima até o Monastério de Aya Yorgi (ou St George), que é um pequeno templo ortodoxo de grande importância para a ilha. Para quem acorda cedo, o ideal é ir até o meio de ilha de bike ou charrete (pequeno tour passa por lá e quem fizer o grande tour pode tentar se comunicar e pedir para o motô parar a charrete e esperar) porque no verão o calor escalda. Dessa “pracinha” central onde tem mil charretes, é subir o morro acima (só pode a a pé) sem nem olhar pra trás. De lá, a vista é bem top e você consegue ver as outras ilhotas ao redor de Buyukada e ainda dá para ver a gigante Istambul. Pausa para tomar um chá e comer um melão fresquíssimo à sombra das árvores  antes de seguir para a “praia”. Em Buyukada suspeito que existem de fato poucas praias como a conhecemos, de areia e mar e eu não vi nenhuma. Os turcos que curtem o verão nas ilhas gostam mesmo é de ir em clubes/praias que têm piscina mesmo e é obrigatório o uso de toucas na piscina (se não tiver na bolsa, você é obrigado a comprar a sua lá! mas foi barato rsrsr). Estranhei no começo mas achei prático porque o clube tem também uma parte de cimento onde o pessoal toma sol e chega até o mar. De lá, vimos Istambul todinha e foi bem diferente, pois não é aquela idéia de praia paradisíaca que estamos acostumados. O melhor desse clube/praia é que eles tem estrutura completa de snack bar, restaurantes e vestiários e até música e dá para relaxar por umas boas horas. Ah, tivemos que pagar o equivalente a 30 reais por cabeça para entrar, mas na falta de um outro lugar perto e de fácil acesso para curtir o calor, aceitamos 😉 E também vale mencionar que lá não é barato se comparado ao resto da Turquia: hospedagem, passeio de charrete, comidinhas, tudo meio carinho, viu?! É como se lá fosse o lugar mais bacana para os turcos ricos e reparamos isso pela “sofisticação” da galera nas ruas também e nas várias noivas que estavam casando e fazendo fotos por lá (tipo a Santorini da Turquia rsrsrs).

Quando chega o fim do dia, o programa em Buyukada é caminhar na pequena rua de comércio e ir jantar cedo em algum dos restaurantes do porto otomano da ilha, que fica lindíssmo quando iluminado pelos últimos raios de sol. Vale lembrar que a culinária é predominantemente turco-otomana e que na maioria dos lugares da ilha não vendem bebida alcoólica, mas quem curte frutos do mar fresquinhos ou quer apenas beber uma soda e comer um kebab depois de um dia quente essa é a pedida perfeita.

Eu adoro as ilhas mega bombantes do planeta (Ibiza, Santorini, Mykonos, etc…. ) , mas também sei apreciar a beleza das coisas simples da vida. E a nossa estada em Buyukada, nas Ilhas do Príncipe foi bem assim: tranquila, simples e no entanto, maravilhosa.

Posto as fotos que mais gostei e apliquei alguns filtros retrô, espero que gostem!

Ferry para Buyukada
Ferry para Buyukada, Istambul ao fundo
Vista de Istambul
Vista de Istambul
Ilhas Pricess Lulu no País das Maravilhas 9
Ruas de Buyukada

 

Big Tour de charrete
Big Tour de charrete
Vista do alto da ilha
Vista do alto da ilha
Vista do Monastério
Vista do Monastério
Teto do Monastério
Teto do Monastério

Ilhas Pricess Lulu no País das Maravilhas 7

 

Clube/Praia de Buyukada
Clube/Praia de Buyukada
Clube/Praia de Buyukada
Clube/Praia de Buyukada
Jantar no Jardim Secreto
Jantar no Jardim Secreto
Pôr-do- Sol no porto otomano
Pôr-do- Sol no porto otomano
Eu escondidinha, só queria pegar a noiva!
Eu escondidinha…. só queria disfarçar e fotografar a noiva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *